Coronas Temple

Filler históry - Acontecimentos no inferno

Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ir em baixo

Re: Filler históry - Acontecimentos no inferno

Mensagem por Myu de Papillon em Qui Abr 11, 2013 2:10 am

"Após conversar com Pujol na terceira prisão, Henrique parte em busca de Aiacos, para trazê-lo de volta aonde Pujol se encontra, para que ocorra a divisão dos grupos de espectros que irão para Asgard e para o Tártaro...


...Henrique chega até onde Aiacos se encontrara, estava em seu templo, Antenora...


...ao adentrar em Antenora, Henrique se dirige até os aposentos de Aiacos, onde imaginava que ele estivesse descansando...


...chegando perto de um dos quartos, ele escuta as vozes de Aiacos e Violate, para evitar flagrá-los em uma situação constrangedora, ele reduz os passos, prestando atenção na conversa de ambos...


... quando percebe que Violate tentava convencer Aiacos a fugirem do Meikai, em busca de uma vida tranquila longe dali, como um casal comum...


... ao perceber que não estava ocorrendo nada de explícito entre ambos, Henrique aparece frente a ambos, entrando ao ver que a porta estava aberta, os surpreendendo."


===========================================================================

Aiacos, aceite meu pedido, vamos fugir daqui, não há nada a fazer mais, não há novas guerras que envolvam os espectros ao horizonte, venha comigo, vamos viver como um verdadeiro casal...


Você sabe que faria tudo por nosso amor, junto de você Violate eu não temo mais nada, nem mesmo a morte...


Violate, segure minha mão e escute o que tenho a lhe dizer: "O poder de nosso amor pode superar qualquer barreira, nada, nem ninguém pode acabar com esse sentimento, vamos fugir, a felicidade nos espera!"


Agindo dessa maneira o que encontrará vocês dois será a morte...


Senhor Henrique! Então você escutou o que nós.... err, droga...


Henrique, o quê você faz aqui? Como eu não percebi sua presença?


Aiacos, você ficou tão cego de amor com Violate que não prestava atenção em mais nada ao redor. Estava escutando o plano de vocês dois, fugir do meikai para viver tranquilamente, felizes para sempre, como em uma fábula.


Até parece que se esqueceram... quando você se torna um guerreiro, seja um cavaleiro de Athena, marina de Poseidon ou mesmo um espectro, sua vida "normal" é extinta, a partir desse momento vocês são apenas servos de seu Deus, destinados a lutar dia após dia, sem descanso, até o dia que a morte chegar.


Resumindo, esqueçam desse plano ridículo, estão vivendo bem aqui no Meikai, se tentarem fugir acabarão sendo acusados de traição, logo teremos de caçá-los e exterminá-los, é tudo o que eu não quero fazer.


Então, vamos ter de lutar aqui... você é meu amigo, não queria ter de lutar contra você, mas se for pelo meu desejo de viver feliz com Violate terei de matá- lo agora, perdoe-me...


Não, vocês são amigos, não quero ver sangue derramado agora, por favor parem!


Você não entendeu Aiacos... não quero lutar contra você...


...mas se for necessário lutar, teria de usar todo o meu poder... o extremo de meu cosmo...


"Mas que cosmo poderoso é esse que emana de Henrique? Um cosmo altamente agressivo, um poder secreto..." (Aiacos pensava, surpreso ao ver a manifestação de cosmo que Griffon demonstrara)


Mas é um cosmo terrivelmente poderoso, droga, não posso acreditar, vocês vão lutar mesmo...


Por favor, dá para perceber que, no interior de vocês não existe vontade de lutarem entre si, então para quê continuar com isso? Por favor, PAREM!


Aiacos, pessoalmente desejaria que vocês dois pudessem viver tranquilamente, mas não podem agir dessa maneira, a fuga é como uma deserção, quem sabe um dia vocês possam ir sem serem punidos, mas agora temos mais uma missão, devemos cumprí-la.


Então você nos entende Henrique, você sabe que tudo que eu quero é viver tranquilamente junto da pessoa que amo, e até quer nos ver felizes, um verdadeiro amigo.


Chega com esse sentimentalismo Aiacos, agora temos que ir até a terceira prisão, onde Pujol está, devemos separar os grupos de espectros que partirão daqui para o Tártaro e para Asgard. Vamos!


Sentimentalismo, hehehe. Ok, vamos até a Terceira Prisão.


"Violate... vamos juntos até o Tártaro, após isso, vamos aproveitar a oportunidade e vamos embora daqui, para realizar nosso sonho." (Aiacos partia junto de Henrique até a 3° Prisão, mas sua mente estava em Violate, e no sonho de viverem longe dali, como um casal comum).




===========================================================================
avatar
Myu de Papillon
Viadagem não especificada
Viadagem não especificada

Mensagens : 894
Cosmos : 11006195
Data de inscrição : 06/01/2013
Idade : 26
Localização : No seu kokoro S2

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Filler históry - Acontecimentos no inferno

Mensagem por Pujol em Qui Abr 11, 2013 1:57 pm

Giudecca, palácio de Hades.



Hades observa os preparativos dos juízes do Meikai para a invasão ao Tártaro e Asgard.


Hades: Finalmente mostrou seu poder Henrique? Penso que a balança de poder está desestabilizada entre os exércitos. “Pensa o Deus”


Hades cria algumas esferas de energia e começa a olhar fixamente uma a uma, para em uma delas vendo toda a conversa entre Aiacos e Henrique.
Hades: Henrique como você irá lidar com isso? Não lhe avisarei mas a responsabilidade pelos atos de Violet e Aiacos é sua, de agora em diante.
Hades: O dia que está guerra acabar deixarei que vivam em paz como querem, mas se me traírem antes disso, farei com que sejam caçados pelos seus companheiros mais queridos. “Pensa consigo mesmo”



Hades começa a divagar.



Hades: Mas quanto tempo ainda irá demorar para que desperte, Aiacos? Será que terás poder para defender sua amada ou verá ela morta em seus braços? “Fala em voz baixa, pensativo sobre o futuro dos dois” É bom que tenha esse poder, pois oque te espera no Tártaro são os piores inimigos dos Deuses. HAhahahahahahahahaha “Começa a rir só de pensar em quem estava no Tártaro”



Hades desvia o olhar confiante em Henrique e em seu julgamento, passa por cima da esfera que observa Hiramaru.


Hades: Noto sua tristeza Hiramaru seu coração ainda está ferido, mas irei lhe ajudar caso se afunde nessa tristeza, como lhe prometi irei fazer com que essa tristeza suma para sempre.



Hades para por um momento e busca alguma esfera que mostre Pujol, mas não encontra nenhuma.



Hades: Droga, onde está Pujol? Desde a missão no Tártaro passei a me preocupar com esse juiz, por algum motivo gosto dele, posso até dizer que é meu preferido mas não posso deixar que faças oque queres.



Hades se concentra e encontra Pujol, nota o cansaço do mesmo e os ferimentos que ele tem.



Hades: Henrique você estava certo, por enquanto veremos até onde ele pode evoluir sozinho, após Atavaka irá treinar ele.



Hades fecha os olhos e começa a descançar.


Última edição por Wyvern no Pujol em Seg Abr 15, 2013 7:53 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Pujol
CEO Empalador
CEO Empalador

Mensagens : 1249
Cosmos : 20006194
Data de inscrição : 16/02/2013
Idade : 25
Localização : 4ª Esfera: Giudecca

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Filler históry - Acontecimentos no inferno

Mensagem por Pujol em Sex Abr 12, 2013 11:03 am

Henrique, Violet e Aiacos chegam ao local onde Pujol estava a treinar, os mesmos se deparam com o juiz descansando, mas notam as diversas queimaduras que ele tinha por seu corpo.

Aiacos: Você se meteu em confusão de novo? “Fala delonge”



Pujol estava dormindo, não ouviu oque Aiacos falou.



Aiacos: Está me ignorando maldito? “Fica puto com Pujol e se prepara para atacar o mesmo”



Henrique: Se acalme, notou as queimaduras nele? Acredito que ele não tenha feito nenhuma besteira apenas tenha treinado ao ponto da exaustão total. Deve estar dormindo nesse momento.



Aiacos: Hum.. entendo. “Aiacos olha para Violet”



Violet corre em direção a Pujol chegando perto se prepara para chutar o mesmo elevando seu cosmo.



Violet: Acorde maldito!



Pujol para o golpe de Violet com três dedos. Violet se assusta.

Pujol: Pelo visto não posso nem descansar, mas porque me atacaste fedelha! “Estava acabado precisava de um descanso”



Violet: Como fez isso?



Pujol: Estou treinando desde antes de Henrique chegar, estou colocando minha vida e minha alma em perigo para me fortalecer e ser útil a Hades-sama.



Violet: Ser útil a Hades-sama, você só pensa no nosso imperador? Quando terá uma vida própria?



Aiacos com medo da reação de Pujol pega Violet e a puxa para trás rapidamente, mas estranhamente Pujol não faz nada apenas olha para os dois.

Pujol: Uma vida própria? Hun.... Devo minha vida a Hades-sama, serei o escudo dele e de meu exército! Para isso não posso ser fraco fedelha insolente, mas isso não é algo que aqueles que desconhecem o verdadeiro ódio compreenderiam.



Aiacos: Pare de asneiras e vamos falar sobre a invasão.



Pujol: Asneiras, se você trata a lealdade a Hades-sama dessa forma, não tenho nada a lhe dizer e nem a essa fedelha, apenas escolham seus melhores homens já escolhei quem levarei.



Henrique: Pujol, sou amigo de Aiacos e entendo seu ponto de vista, mas não se esqueça que ele é seu companheiro!



Pujol: Você está errado Henrique, entre os três juízes pude comprovar agora que você é o único que posso considerar como meu companheiro. "Falava com a voz em tom de raiva e muito elevada, dava a impressão que atacaria alguém"



Pujol se virá e começa a andar.

Pujol: Henrique, deixarei que leva Queen consigo na exploração de Asgard. Quanto a vocês Aiacos e Violet, não contem com meu apoio no Tártaro, nem quero o apoio de vocês.



Violet se assusta ao pensar no que está os esperando no Tártaro.

Aiacos: Cale a boca maldito, não deixarei que assuste Violet, já basta ter matado meu amigo Orpheu.



Aiacos começa a manifestar seu cosmo, se preparava para atacar Pujol.

Pujol: Tentará usar seus ataques mentais novamente? Não se esqueça de algo, eles funcionaram quando eu recém cheguei ao eikai, naquela época até mesmo a melodia de Orpheu fazia algum efeito em mim. Mas agora é diferente.



Aiacos: Ilusão galáctica!!!!



Henrique ao ver a cena pensa no que Pujol quis dizer com suas palavras e se lembra dos treinamentos do mesmo.

Henrique: Pare Aiacos, isso não irá mais funcionar nele.



Aiacos: Como é que é?



Pujol olha para Aiacos e começa a andar em sua direção.

Pujol: Quando pesquisei sobre a história de Wyvern, aprendi uma coisa, que todos os espectros que usaram essa surplice não sofriam efeito de golpes mentais. Desde então aumentei meu cosmo para conseguir essa resistência mental, cheguei ao ponto de solicitar ao espectro de esfinge que tocasse sua harpa da maldição para mim, ela não surtiu efeito algum.



Pujol chega ao lado dos espectros.

Pujol: Seu golpe se materializa da mesma forma que o de Pharaó, apenas manda uma quantidade extrema de cosmo através de um de meus sentidos a meu cérebro.



Pujol olha pra Henrique.

Pujol: Você também deve ter notado essa resistência no antigo Radamanthys, pois notei que você é um dos que melhor sabe analisar os inimigos, não é mesmo Henrique.



Henrique: Oque você quer dizer Pujol? Está afim de lutar conosco?



Pujol: Não tenho interesse em lutar com um aliado “Falava de Henrique”. Quanto a esses dois, apenas não os ajudarei no Tártaro e não lutarei com eles enquanto são úteis a Hades-sama.



Henrique: Explique-se!



Pujol: Para mim tudo se resume a Hades-sama, minha vida é para proteger ele, minha alma será seu escudo e minha força sua arma, isso é tudo que precisas saber. Uma última coisa Henrique, levarei Sylphid e Valentine para o Tártaro.



Pujol some perante os três.

Aiacos: Agora você sabe porque não suporto ele.



Henrique: Vocês não entenderam ele ainda, não sabem a história dele e estão o culpando. Agora sei o porque ele não confia em vocês.



Violet: Senhor Henrique oque está dizendo?



Aiacos: Fale Henrique oque sabes que não sabemos?



Henrique: Na verdade, nem eu sei sobre o passado dele, apenas sei que ele não luta ao lado de Hades por querer tesouros ou vida eterna, por algum motivo ele é o guerreiro mais leal de Hades, daria seu coração e sua alma ao imperador.



Violet começa a pensar no que Henrique diz e sobre as palavras de Pujol.

Aiacos: Que besteira ele deve ter um motivo pra lutar. Não achas Violet?



Violet: Não sei Aiacos-san, parece que ele tem o mesmo sentimento de devoção por Hades que eu tenho pelo senhor, por favor evite lutar com ele e vamos nos preparar quero acabar com isso logo e partir para nossa nova vida.



Violet se agarra nos ombros de Aiacos e começa a chorar.

Aiacos: Violet, por favor, vamos fazer oque temos que fazer e depois seremos felizes.



Henrique: Acabou a palhaçada meus amigos, vamos decidir oque fazer AGORA!



Henrique: Pujol você percebeu então que Aiacos não é totalmente fiel a Hades-sama. “Pensa”



Aiacos: Matarei aquele desgraçado.



Henrique: Não lute contra ele, suas melhores técnicas não funcionaram e além do mais, sinto algo estranho nele.



Violet: Por favor não o enfrente. Me prometa.



Aiacos: Violet, está bem lhe prometerei isso.



A mente de Aiacos se perturba pela promessa e a raiva que sentia por Wyvern.

Pujol reaparece em Caina.

Pujol: Henrique, esses dois são sua responsabilidade, não ajudarei aqueles que não são leais a Hades.



Pujol vai em direção a seus aposentos e se deita em sua cama.

Pujol: Espero que partamos para o Tártaro amanhã.



Pujol dorme pensando na batalha que viria.


Última edição por Wyvern no Pujol em Seg Abr 15, 2013 9:42 pm, editado 4 vez(es)
avatar
Pujol
CEO Empalador
CEO Empalador

Mensagens : 1249
Cosmos : 20006194
Data de inscrição : 16/02/2013
Idade : 25
Localização : 4ª Esfera: Giudecca

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Filler históry - Acontecimentos no inferno

Mensagem por Aiacos em Sab Abr 13, 2013 10:56 pm

"Meikai...Atavaka conta para Kagaho toda a situação que girava em torno do Rosário das 108 contas."



"O espectro fala calmamente, demonstrando seu respeito para o mais poderoso dentre as 108 estrelas malignas do Meikai."



- Como você pode ver, Bennu, minha ambição é clara e objetiva...o rosário das 108 contas deve ser destruído. "Fala esboçando um sorriso intimidador."




- Perdoe-me, Atavaka-sama...mas não concordo com essa medida. Se o rosário deve ser eliminado, que seja destruído pelas nossas próprias mãos. "Fala com um olhar ameaçador."



- Kagaho...não seja tolo...vocês não tem noção da amplitude de meus poderes..."Fala com um ar doentio e macabro, causando certo medo aos espectros ali presentes."



- Virgem será meu subordinado, e estará sob meu controle e responsabilidade !! "Fala todo orgulhoso."



- Ridículo !! Chega a ser um ultraje! Não admito que um cavaleiro negro miserável faça parte de nosso exército! Não bastasse Garuda e aquele maldito espectro de Faunus, teremos mais um cavaleiro dentro de nossa armada...intolerável! Se eu vê-lo na minha frente, irei matá-lo! "Kagaho esbraveja furioso, inconformado com o fato de existir mais um ex-cavaleiro de Athena no exército de Hades, afinal Bennu repudia os cavaleiros."




"Remy de Pardal observa a cena, esboçando um sorriso, achando tudo isso engraçado. Um espectro ter a ousadia de desafiar Atavaka, era algo que não se via todo dia."



"Atavaka fala em tom autoritário, alertando ao espectro que ele não deve agir por conta própria."



- Senhor Atavaka, por favor...peço que reconsidere isso. Tenho certeza que o senhor ao perceber o equívoco, entenderá meu lado. "Fala olhando de lado para Remy, afinal havia percebido que ela estava achando toda aquela situação engraçada."



- Bennu...como você pode questionar Atavaka-sama? Você bateu a cabeça? Hihihihi..."Se aproxima de Kagaho, fazendo uma careta. Gesticula ainda para que o espectro calasse a sua boca, ou iria sofrer punição pelas suas atitudes rebeldes."




- Cale-se, sua vagabunda! Não se intrometa aonde não é chamada! "Vocifera encarando Remy."



...parece uma galinha no cio..."Fala provocando Kagaho, deixando o espectro furioso."



- Vai se fuder! Como você ousa falar assim comigo? Irá pagar caro por isso!! "Kagaho explode seu cosmo, e várias chamas negras envolvem o local. Atavaka permanecia quieto, sem fazer nada, apenas observando curioso aonde que essa briga ia terminar."



"Remy fala toda confiante, sem se sentir intimidada com as chamas negras de Bennu."



- Melhor tomar cuidado, vadia...irei incinerá-la por completo, até virar cinzas! Se prepare para lutar! "Fala enquanto eleva seu cosmo, mais e mais chamas rodeiam o local."



"Fala pensativa, com um ar de moleca."



- Não brinque comigo, sua puta !! Você já era !! "Explode seu cosmo ao máximo, concentrando as chamas em seu punho direito."



- Seu cosmo é patético, Kagaho...o que está esperando? Ataque!! "Fala provocando."




- Malditaaa...mooorrraa...Corona Blaaaast !!! "Explode seu cosmo e avança pra cima de Remy com todas as suas forças. Uma violenta explosão acontece no local."



"A explosão chama a atenção de Hades e dos juízes. O Meikai inteiro havia sentido esse impacto entre os dois cosmos."



- Acabou...aquela vadia teve o que mereceu..."Fala enquanto vira-se para Atavaka."



- Você tem certeza disso, meu jovem? "Fala com certa ironia."



- Como assim? "Fala intrigado."



"A espectra surge diante de Bennu, intacta, sem ter sofrido um arranhão sequer, surpreendendo Bennu."



"Fala encarando Kagaho com um olhar intimidador."



- Desgraçada! Não pense que isso acabou! "Fala com raiva, enquanto eleva seu cosmo novamente."



"Fala serenamente, com um olhar tranquilo e um sorriso dócil. Não parecia estar levando aquela luta a sério."



- Espere e verás, sua bastarda!! "Vocifera enquanto explode seu cosmo, materializando as chamas negras em sua volta."



"Remy ri histericamente, enquanto eleva seu cosmo. Em volta dela, materializam-se inúmeras criaturas humanóides similares com as harpias."



- Que merda é essa? "Intrigado pergunta."



- Ficou curioso?? São meus subordinados, que obedecem a mim e fazem tudo o que eu ordenar!! "Fala toda orgulhosa de seu pequeno exército."



- Grande merda !!! "Responde secamente, enquanto concentra seu cosmo."



- Vão, meus amados, vão!! Acabem com esse espectro estúpido. "Fala num ar sapeca, ordenando que todas as criaturas fizessem uma investida contra Bennu."



- Você acha que conseguirá me derrotar com essas aberrações aladas?? "Kagaho fala debochando de Remy."



"As criaturas voam para cima de Bennu."



- Idiotas...irei matar todos!! "Eleva seu cosmo."



"Eis que todas as criaturas aladas desaparecem...e no lugar delas, surgem esferas de luzes luminosas, que ficam rodeando Kagaho."



- O que significa isso?? "Fala surpreso com a cena, enquanto mantém as chamas negras em seus punhos."



"As esferas que estavam bem próximas de Bennu explodem a queima-roupa."



- Maldição..."Fala com dificuldades. Sua surplice sofre várias avarias."



"Olha para o espectro com um olhar doentio."



- Vou te derrotar e te estuprarei, vadia desgraçada!! "Fala vociferando para cima de Remy."



- Negativo!! EU IREI TE ESTUPRAR! "Grita furiosamente, com um ar doentio. Explode seu cosmo, lançando um ataque contra Bennu."



- Que cosmo gigantesco..."Fala assustado."



- Desapareça, Bennu !! Vire cinzas pelos céus !! "Eleva seu cosmo ao máximo. O local todo é tomado por uma luz muito forte, que vai até o céu."



- Ascensão Celeste !! "Lança o golpe contra Kagaho, surpreendendo o espectro, que estava tonto por causa do ataque anterior, sem poder se defender direito."




- Maldição...não creio que eu perdi pra essa...essa..."Fala surpreso, enquanto é destruído pelo ataque de Remy."


- Aaaahhhh...vadiaaaaaa..."Grita com raiva, enquanto sua surplice é pulverizada."



"O corpo de Kagaho é desintegrado."



"O feixe de luz ilumina todo o Meikai, causando um pequeno terremoto. Logo a luz desaparece nos céus, e o local fica tomado pela poeira."



- No fim de contas, ele não é tão forte quanto dizem..."Fala visivelmente chateada."




- Você exagerou muito Remy !! Merece ser punida !! "Fala repreendendo a espectra, estreitando seus olhos."



- Mas Atavaka-sama, ele quem começou!! Eu ia ficar parada enquanto ele me atacasse?? "Pergunta aflita para o espectro."



- Você deveria ter ignorado as provocações de Kagaho...mas ao invés disso, cedeu a esses sentimentos primitivos, e acabou causando essa luta desnecessária, que resultou na morte de Bennu. "Fala enquanto encara a espectra com seu olhar frio e imponente."



- Me desculpe, senhor Atavaka. Isso não irá se repetir. "Fala chateada."



- Para a sua sorte, Kagaho é um dos poucos espectros imortais, graças a algumas contas que foram danificadas. Caso contrário, Hades-sama iria punir você severamente. Agora saia daqui. "Fala grosseiramente para Remy."



- Sim senhor!!! "Fala enquanto tenta conter as lágrimas. A espectra deixa o local apressadamente."

=========================================================================
avatar
Aiacos
Berseker
Berseker

Mensagens : 1493
Cosmos : 20009201
Data de inscrição : 03/02/2013
Idade : 27

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Filler históry - Acontecimentos no inferno

Mensagem por Myu de Papillon em Seg Abr 15, 2013 2:14 am

"Henrique, após a conversa com Pujol e Aiacos, volta para até Giudecca, onde pretendia mostrar a Hades quais espectros iriam com ele até Asgard...


... ao adentrar, percebe que Hades estava sentado em seu trono, parecia estar em um processo de meditação, tal a imobilidade dele...




... porém, antes que Griffon lhe chamasse, ele logo tratou de iniciar a conversa.

==========================================================================

O que queres Henrique? Parece que você andou decidindo sobre o exército que levará até Asgard.


Sim caro Imperador, conversei com os outros juízes e decidi quais espectros que seguirão comigo até Asgard.


Então diga quais espectros farão parte de seu exército.


Os espectros que farão parte de meu exército são: Lune de Balron, Queen de Alraune, Byako de Necromancer, Fiodor de Mandrágora e Kagaho de Benu. Mas senti agora a pouco o cosmo de Kagaho desaparecer, será que ele...


Ele resolveu enfrentar uma espectra e acabou se dando mal... porém você sabe que ele é um dos espectros imortais, devido as rachaduras em algumas contas do rosário que sela as almas dos espectros, ele vai voltar logo logo.


Hunf, esqueci desse detalhe, espero que depois dessa derrota ele deixe de ser esquentadinho, que comece a lutar como um espectro, porque poder ele tem, e muito.


No mais seria apenas esse o motivo de minha vinda até Giudecca, agora, se você puder me deixar ir, eu vou chamar os espectros selecionados para ir até Asgard, a fim de dizer a eles em quanto tempo partiremos.


Tudo bem Griffon, pode ir, trarei Kagaho de volta, agora vá e reúna os espectros. "Usando um pouco de seu cosmo divino, Hades traz Kagaho de volta, enquanto Henrique sai de Giudecca".


=========================================================================

"Saindo de Giudecca, Henrique parte para buscar os espectros convocados para a missão em Asgard, quando uma luz surge perante ele, era Kagaho, que voltou a vida graças à sua imortalidade."


Onde está aquela vadia? Vou fazê-la pagar caro pelo que fez a mim! "Kagaho vociferava, estava a procura da espectra Remy de Pardal, sua algoz".


Agora você não irá se vingar de quem lhe matou, pois você foi selecionado para uma missão importante: Ir até Asgard comigo e com mais alguns espectros.


Mas do quê se trata essa missão? Quando nós partiremos até lá?


Espere, tenho de convocar os outros espectros, para informar o quê faremos em Asgard. "Nesse momento Henrique eleva seu cosmo, chamando os outros espectros até ali, logo eles chegam"


Escutem espectros, vocês foram selecionados por mim para irmos a uma missão em Asgard, é algo simples, colhermos informações sobre as safiras de Odin e sobre a espada Balmung, além de ver quem são os inimigos de lá, se for necessário lutar, lutaremos contra eles, tudo para que nosso Imperador saiba bem quais são os próximos locais além do Meikai onde ele, futuramente, estabelecerá domínio. Compreendido?


Sim senhor! "Os espectros entendem o que deve ser feito em Asgard"


Portanto, vou deixar claro uma coisa: Vocês têm 48hs. para treinarem. Quando esse tempo acabar, partiremos até Asgard.


Lune de Balron;


Queen de Alraune;


Fiodor de Mandrágora;


Byako de Necromancer;


e Kagaho de Benu.


Tratem de treinar logo, e lembrem-se: Somente 48 horas, quando esse tempo terminar, logo partiremos para nossa missão!


==========================================================================
Enquanto isso em Asgard
...

Mas o quê pode ser essa sensação estranha que sinto agora? Será que temos inimigos vindo a caminho de Asgard?


Pouco importa, eles não irão atrapalhar meus planos, hahahahahahaha!


Última edição por Griffon no Henrique em Seg Abr 15, 2013 9:11 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Myu de Papillon
Viadagem não especificada
Viadagem não especificada

Mensagens : 894
Cosmos : 11006195
Data de inscrição : 06/01/2013
Idade : 26
Localização : No seu kokoro S2

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Filler históry - Acontecimentos no inferno

Mensagem por Aiacos em Seg Abr 15, 2013 1:22 pm

"Enquanto isso, no templo de Atavaka..."



- O que houve? Sinto uma inquietude em sua alma..."Atavaka estava meditando, quando para por alguns instantes, e fala calmamente. Estava em uma sala vazia."




- Não é mesmo, Vejtasa de Raposa, da estrela celeste da Singularidade??
"Quando Atavaka termina de perguntar, eis que um espectro sai das sombras, se materializando."




- Atavaka-sama, perdoe este espectro pela ânsia que lhe inquieta... "Vejtasa fala de si mesmo, na terceira pessoa."



- Por caso é o que eu estou pensando, Vejtasa? Essa sua ânsia que lhe assola..."Fala esboçando um sorriso cínico."




- Vossa Excelência é sábia...consegue compreender minhas motivações..."Fala com tranquilidade no olhar."



- É compreensível...como sou bondoso com meus subordinados, irei deferir o seu pedido..."Fala estreitanto seus olhos."




- O seu desejo de acompanhar Minos de Griffon em uma missão até a sua terra natal, Asgard..."Fala encarando Vejtasa."



- Lembro-me até hoje o dia em que deixei Asgard para trás..."Vejtasa relembra de si quando ainda era humano."




- Vá em frente, Vejtasa...mas não interrompa Minos em sua missão, fui claro? Ele nem deve sentir sua presença! "Fala encarando o espectro."




"O espectro fala enquanto ri sadicamente."



- Sem problemas, faça o que julgar melhor...mas volto a frisar: não atrapalhe Minos ou os outros espectros..."Fala enquanto olha para o lado, procurando um cacho de uvas."




- Excelente, Atavaka-sama...irei fazer uma pequena visita aos meus irmãos..."Fala esboçando um sorriso sádico."




- Mas não se esqueça...mesmo tendo um poder acima dos humanos, você deve tomar cuidado, pois você não foi abençoado com a imortalidade, entendido? "Fala encarando o espectro seriamente."



- Sim, Lorde Atavaka, tomarei todo o cuidado que for preciso. Asgard, aí vou eu..."Fala esboçando um sorriso cínico, elevando seu cosmo e desaparecendo por completo."

================================================================


avatar
Aiacos
Berseker
Berseker

Mensagens : 1493
Cosmos : 20009201
Data de inscrição : 03/02/2013
Idade : 27

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Filler históry - Acontecimentos no inferno

Mensagem por Pujol em Ter Abr 16, 2013 9:26 am

Giudecca, pálacio de Hades.

Hades se levanta de seu trono e caminha em direção a janela, sabia os perigos que seus espectros correriam nas jornadas que adentrariam.

Hades: Caros espectros que irão com os juízes em jornadas mortais ao tártaro e a Asgard, quero lhes dar minhas palavras de agradecimento pela coragem que apresentam, vocês colocaram suas vidas em risco em troca de meu ideal, em busca de minha utopia que será a de vocês, assim que essa guerra acabar irei reviver todos os espectros que morreram e assim lhes darei a vida eterna para que vivam junto a mim para sempre. “Discursava pelo cosmo com todos os espectros que haviam no meikai”



Hades: E a todos que continuam no meikai, se preparem pois suas tarefas não serão fáceis, vocês deveram proteger o mundo dos mortos, custe oque custar, assegurarei a todos que lutarem ao meu lado a eterna felicidade, assegurarei a vida eterna a todos, mas tudo após o fim dessa guerra, agora tenho a dizer a aqueles selecionados para irem ao tártaro, se preparem meus amados espectros, vocês tem 48 horas para partir em direção ao Tártaro. “Hades terminava o discurso com palavras de fortes para animar os espectros”



O meikai estava borbulhando, queriam saber quem iria ao Tártaro.
Um dragão se acordo em Caina ao ouvir a voz do imperador.

Pujol: quarenta e oito horas, hum... mais que o suficiente. “Falava sozinho”



Pujol: Imperador Hades, não se preocupe, não falharei com o senhor.



Pujol se levanta e parte em direção a enfermaria.

Pujol: Valentine me encontre na enfermaria, o mais rápido que conseguir. “Falava pelo cosmo”



Valentine: Sim senhor, Pujol-sama. “Respondia e voava em direção a enfermaria”



Pujol adentra em um dos quartos da enfermaria, onde Sylphid de basilisko estava.
A mão de sylphid havia sido colocada no lugar e já estava melhor.

Sylphid: Oque fazes aqui traidor? Veio terminar oque seu amigo cavaleiro começou?



Pujol não responde a Sylphid e apenas o pega pelo pescoço e o arremessa na parede, o agarrando pelo pescoço novamente, quase enforcando o mesmo.

Sylphid: Maldito! De onde veio essa força? “Falava com dificuldade”



Pujol: Sylphid, retire essa sua coroa. Não deixarei que machuques outro membro do meu exército, você faz parte dele mas se continuar assim levando aos outros se ferirem iriei arrancar seu coração com minhas próprias mãos. “Fala em tom áspero”



Sylphid começa a relembrar de algumas coisas, principalmente como Radamanthys tratava seus subordinados, tentando proteger os mesmos não importando se tivesse que lutar para isso.

Sylphid: Estou tão errado assim Radamanthys-sama, você aceitou ele mesmo? Pois noto que ele se preocupa muito com seus subordinados. “Pensava”



Pujol: Você vai “Pujol é interrompido por sylphid”



Sylphid: Agora posso ver as semelhanças entre vocês. “Olhava para o rosto de Pujol”
Sylphid: Você começa a me lembrar de alguém, que eu conheci a muito tempo atrás. “Falava com ar de admiração”



Pujol: Com quem? “Pujol era ríspido na pergunta”



Sylphid: Com meu mestre Radamanthys, mas não estes dois últimos, você se parece com o que conheci em um tempo ainda anterior.



Pujol solta Sylphid, o mesmo se ajoelha perante Pujol.

Sylphid: No que posso ajuda-lo?



Valentine chega a sala, e olha a cena.

Valentine: Finalmente notou Sylphid? “Falava pelo cosmo com sylphid”



Sylphid: Sim “Respondia pelo mesmo meio”



Valentine se ajoelhava também e fazia a mesma pergunta de Sylphid.

Pujol: Se levantem, vocês dois são guerreiros como eu e meus companheiros, não quero ver vocês se ajoelhando perante a mim ou a outro espectro entenderam?



Valentine e Sylphid: Sim senhor.




Pujol: Escolhi vocês para irem ao tártaro comigo, são minha elite então são os únicos que posso confiar para essa missão.



Valentine: Tártaro, os titans vivem lá, será uma missão suicida.



Sylphid: Titans, seremos mortos e devorados.



Pujol: Não é tão impossível, os titans estão selados, seu poder está em volta de cinquenta por cento, mas o mais importante, essa missão foi dada por Hades-sama, ele acredita em nosso sucesso e não posso falhar com ele.



Valentine: Se o senhor quiser ir ao Tártaro, te acompanharei com muito prazer.



Valentine já era fiel a Pujol, sendo fiel ao mesmo nível que era a Hades, por saber algumas coisas que outros espectros não sabiam.

Sylphid: Fazer oque? Se Hades-sama pediu isso, irei com vocês e agora que notei suas semelhanças com aquela pessoa terei o prazer de lutar ao seu lado. “Falava em tom de brincadeira, mas mostrava certa admiração ao falar de uma tal pessoa”



Pujol: Vamos nos preparar, temos pouco tempo e temos que treinar hoje, pois amanhã descansaremos.



Os três saem em direção ao cocytos para realizar um treino secreto, só seriam visto no dia seguinte.
avatar
Pujol
CEO Empalador
CEO Empalador

Mensagens : 1249
Cosmos : 20006194
Data de inscrição : 16/02/2013
Idade : 25
Localização : 4ª Esfera: Giudecca

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Filler históry - Acontecimentos no inferno

Mensagem por Pujol em Sex Abr 19, 2013 9:30 am

Os escolhidos de Pujol e o próprio juiz se dirigem ao cocytos, mas para surpresa de todos algo acontece.


"Desconsiderar queen e gordon"

Enquanto andam Pujol sente a presença de alguém.

Pujol: O espectro de Sphinx é você? Sua cosmo energia já não é mais estranha a mim apareça.



O espectro aparece a frente do juiz.

???: Você tem uma boa memória.



Pujol: Oque queres?



???: Como sempre você é grosso, bem Atavaka pediu para que fizesse algo.



O espectro se prepara.

Pujol: Quem ele pensa que é para tentar alguma coisa? Só aceito ordens de Hades!



???: Ele é o homem que te derrotou, agora testarei sua mente como ele pediu.



O espectro começa a tocar sua harpa amaldiçoada, concentrando seu poder em Pujol.

???: Será que dessa vez conseguirei arrancar seu coração? “Fala com um sorriso em seu rosto”



Pujol fica imóvel, dando a impressão em seus colegas de que a técnica está fazendo efeito.

Valentine: Você tentou uma vez e não deu certo, na segunda também não dará.



???: Estou liberado da minha restrição de poder, agora será uma melodia diabólica.


"Desconsiderar o espelho"

Sylphid: Restrição?



???: Sim, Atavaka me ordenou anteriormente para que não usasse todo meu poder em minha melodia, mas agora é diferente ele quer ver até onde esse inseto aguenta.



Pujol começa a sorrir, mas não um sorriso normal e sim um sorriso sínico e assustador.

Pujol: Inseto você diz.



???: Começou a sentir meu poder?



O espectro aumentava seu cosmo ao ponto que já tinha alcançado ----étimo sentido e ido além, mas o juiz não se movia.

???: Perdeu a consciência? Fracote.



Aumenta o tom da musica diabólica, começando a fazer o efeito em Sylphid e Valentine, mesmo que minimamente.

Pujol: Quem você está chamando de fracote? “Começa a andar em direção ao espectro”



???: Mas como estou colocando tanto poder que até eles já estão sentindo o efeito, mesmo que minimamente.



Valentine e Sylphid começam a cuspir sangue.

Pujol: Pare de acertar eles ou te matarei, pois a mim seu golpe não faz efeito. “Chega a frente do espectro”



???: Oque? Sou um servo de Atavaka não me de ordens.



Pujol levanta seu punho e acerta o espectro em seu rosto, o arremessando a alguns metros.

???: Está é toda sua força? “Se levantava e limpava o rosto que estava ferido”



Pujol desaparece a reaparece na frente do espectro, o surpreendendo, os olhos do juiz estavam vermelhos e o sorriso anterior estava de volta.



Pujol: Isso não chega nem perto da minha força, usei o necessário para que tu parasse de tocar está harpa e que Valentine e Sylphid não sofressem mais.



O espectro olha pra trás e vê que os dois estavam a cuspir sangue em demasia, sabia que eles não o atacariam por que pensaram que seu assunto era só com Pujol.

Sylphid: Você vai me pagar Sphinx. “Sylphid se levanta e manifesta um cosmo tremendamente poderoso, superando o do espectro que estava a frente”



Valentine: E eu farei com que pague em dobro por nos insultar e insultar está tropa. “Se levanta, seu cosmo ultrapassa o de Sylphid”



Pujol para a frente, dos dois.

Pujol: Não se exaltem, ele está de partida e não nos incomodará tão cedo, não é?



???: Claro senhor juiz, Atavaka saberá de tudo.



Sphinx se virá e corre desaparecendo.

???: Estes malditos, seus cosmos me superaram facilmente, mas como isso é possível? “Se apavora ao pensar no juiz” E este maldito, sobreviveu a minha melodia e ainda por cima não sofreu nenhum efeito, a alma e a mente dele tem muita resistência e tens uma grande determinação. “Segue em direção ao jardim de Atavaka”



Enquanto isso Pujol e os dois continuam seu curso, meio que surpresos pela vinda do individuo.

Valentine: Que saco, aquele idiota nos pegou de surpresa.



Sylphid: Matarei ele da próxima.



Pujol: É por isso que viemos ao cocytos, iram treinar comigo, devemos ficar ainda mais poderosos para está missão, pois vocês não tem ideia do que nos espera no Tartaro. “Se lembra de sua ultima visita ao local”



Sylphid: Vamos então maldito, qual é o treinamento que faremos?



Valentine ia perguntar a mesma coisa, então fica olhando Pujol.
avatar
Pujol
CEO Empalador
CEO Empalador

Mensagens : 1249
Cosmos : 20006194
Data de inscrição : 16/02/2013
Idade : 25
Localização : 4ª Esfera: Giudecca

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Filler históry - Acontecimentos no inferno

Mensagem por Aiacos em Seg Abr 22, 2013 8:04 pm

"Enquanto Pujol e seus subordinados treinavam, Aiacos estava em Giudecca, na companhia de Violate."



"Ambos ora conversavam sobre seus planos e idéias, ora aproveitavam o momento juntos, assistindo filmes, passeando pelo Meikai, namorando, transando, coisas que um casal humano normal faria."



- Querido, eu vou pegar um pouco de água...você quer algo? "Fala virando-se para Aiacos, dando-lhe um beijo."



- Não, obrigado. Mas não demore muito..."Fala enquanto dá uma espreguiçada."



- Eu já volto..."Se levanta da cama, e se retira."

================================================================

"Alguns minutos se passam, e nada de Violate voltar."



- Heh...ela está demorando..."Solta um suspiro, e se levanta, indo atrás de Violate."

==============================================================

"Larva começa a caminhar, eis que se depara com Violate parada, olhando pela janela."




"Mesmo adentrando a sala, ela não havia notado a sua presença, estava distante."



- O que houve, querida? "Larva se aproxima de Violate."



- Oh, desculpe querido...eu estava distraída..."Olha para Aiacos com ternura."



- Tudo bem, não tem problemas...mas o que você está olhando, chero? "Se aproxima por trás, envolvendo seu braço em Violate, encostando sua cabeça na dela."



- Não estava olhando nada...apenas estava pensando..."Fala preocupada."



- Ora ora...e em que você estava pensando? "Fala brincando com Violate."



- Só estou preocupada com essa missão ao Tártaro..."Fala angustiada."



- Fique tranquila Violate...vai dar tudo certo, eu prometo. "Aiacos abraça sua amada carinhosamente, afagando-a."



- Promete? "Fala enquanto tenta se conter. Estava visivelmente preocupada."



- Sim, eu prometo. "Aiacos dá um beijo em Violate."



- Agora...vem cá...vamos dançar um pouco..."Aiacos puxa-a pelos braços, e começa a dançar com sua amada, distraindo-a."



- Hahaha...seu bobinho..."Violate envolve-se em Aiacos, beijando-o carinhosamente. Os dois passam a dançar, embora sem música, apenas pela paixão"



"Momentos de amor aconteciam entre os dois espectros."

===============================================================

"Enquanto isso, mais tarde..."



"O juiz estava dormindo, em um sono profundo."



Pujol um então mercenário que havia descoberto seu cosmo quando era pequeno acabava de cumprir uma missão, destruir uma vila que se opunha a um governo de um ditador.


"Eles não conseguiram derrotar o monstro, que ficou brincando com suas vidas, havia se tornado um dragão sádico o suficiente para brincar com a vida dos humanos"

Ao completar está missão este acaba por receber uma armadura vinda do céu, o tom dela era mórbido, o suficiente para relembrar ele de algo que aconteceu em sua infância. Mas nem tudo eram coisas boas para o mercenário, a referida armadura tentava controlar seu corpo, parecia haver um espirito dentro dela.



Foi uma luta rápida pelo mundo humano, mas dentro da mente do mercenário havia se passado em torno de três dias. Os dois lutavam ferozmente, mas não sobrepujarão um ao outro até o final do combate. Quando Pujol conseguiu controlar o espirito maligno e reassumir seu corpo.

Pujol: Está armadura, sinto um enorme poder sendo emanado dela, mas ela tenta me controlar, eu não deixarei isso acontecer!!!!!!!!!!!!!!!!! "Pujol manifesta seu cosmo a um ponto que só tinha feito em seus treinamentos que quase o matavam, acabou por suprimir sua surplice e o espirito que havia dentro dela, retomando o controle do seu corpo"



Pujol: Terei que me tornar mais forte, este espirito tentará de novo.



Pujol decidiu ir para o continente onde lendas são contadas, sobre guerreiros que ultrapassaram a humanidade e são chamados de deuses, Asgard.

Após algumas horas de viagem, Pujol chegou a Asgard. Começou a caminhar pela neve por cerca de trinta minutos.

Enquanto isso em outro ponto de Asgard.



Era um dia comum e calmo como todos os outros em Asgard, exceto por uma grande festa que ocorria, era o casamento de um dos soldados, um sujeito muito carismático e querido pela população, bem como sua noiva. Toda a população [que diga-se de passagem, não é muita hehe] queria participar da festa, como Asgard vivia tempos de relativa paz, todos os soldados, que guardam as fronteiras do país de gelo, foram liberados para poderem participar deste evento, para não deixar nosso solo sagrado à míngua, resolvi fazer pessoalmente as rondas.



Estava na fronteira norte quando Loki de repente aparece.



Loki: Hein Krummenauer, venha cá, o mestre Durval sentiu a presença de um intruso em nosso solo sagrado, preciso que você verifique a fronteira sul.

Krummenauer: Ok! Já estou indo verificar.

Loki: Tome cuidado, o cosmo desse cara é aterrorizante.



Parto com extrema velocidade, chegando à metade do caminho sinto uma cosmo energia sombria nas imediações, tão forte que parecia estar muito próxima, então prossigo com extrema cautela, para evitar ser surpreendido, a cada passo sinto que o poder sombrio aumenta assustadoramente, mas me enganei quanto parecer estar próximo, continuei avançando e só sentia o poder aumentar, no entanto, não aparecia uma viva alma nas imediações, nem mesmo os animais apareciam, talvez tenham sentido tal presença maléfica e fugiram assustados.



Depois de uns 40 minutos, desde que comecei a sentir a presença do inimigo [ou seja, quando estava na metade do caminho], começo a escutar alguns gritos, provavelmente eram do intruso, sua cosmo energia sombria era enorme, um poder do qual nunca havia sentido antes, ainda bem que os soldados foram dispensados e que me enviaram para cá, graças a Odin, assim evitamos muitas baixas em nosso exército.
Avanço mais um pouco, então escuto: EU SEI QUE VOCÊ ESTÁ AQUI! ENTÃO REVELE-SE MALDITO!



Krummenauer: - Ok forasteiro, você me achou, deixe que me apresente, sou Krummenauer Guerreiro Deus de Dubhe, estrela Alfa da constelação de Ursa Maior, faço parte dos guerreiros que defendem Asgard e honram Odin, o deus supremo. Se você tiver bons propósitos em sua visita, nossa hospitalidade manda que o recebamos de bom grado e poderemos beber alguns barris de hidromel, caso contrário, guerreiro sombrio, serei obrigado a castigá-lo por invadir nosso solo sagrado. O que me dizes?


A irá de Pujol desperta antes mesmo do inicio da luta, após ouvir as palavras do guerreiro em relação a Odin.
Pujol: Irei recusar sua oferta, guerreiro Deus, só tomo bebidas de 40% a mais de alchool. "Tinha um olhar sinico perante Krummenauer"


Pujol: Irei me apresentar, sou Pujol de Wyvern, a estrela celeste da fúria e juiz do Meikai, a qual a primeira parte está sob minha jurisdição. Vim em nome de Hades, Deus dos mortos e soberano entre todos os Deuses! "Sua convicção era inabalavel"


Krummenauer: Como ousa falar que um Deus é superior a Odin em Asgard? Como prometido irei te castigar maldito!


Pujol: Você irá castigar um Juiz do inferno? Lhe mostrarei o verdadeiro desespero da morte!


Pujol voa pra cima de Dubhe, o atacando diretamente com seus punhos, a velocidade de Dubhe chega a se comparar a de Wyvern, mas o mesmo é atingido após uma série de golpes que ele conseguiu defender, com certo trabalho.


Krummenauer: Você acha que irá me derrotar assim? Eu sou a reencarnação de Siegfried, conforme a lenda este guerreiro foi banhado com o sangue de um dragão e se tornou indestrutivel!


Pujol: Não existe nada indestrutivel meu caro. Isso eu lhe garanto e mostrarei que você deve possuir um ponto fraco. Desapareça guerreiro. "Falava friamente com Dubhe"

RUGIDO DE WYVERN!!!!!!!!!!!!!!!!


O golpe acerta Dubhe.



Krummenauer: maldito seja este guerreiro sombrio, mal consigo acompanhar seus movimentos, ele é muito rápido - pensa krummenauer após sofrer o ataque de Wyvern

krummenauer se levanta e ataca com um de seus golpes especiais

Krummenauer: tome isto, ESPADA DE ODIN



PS: considerar no lugar do pégasu o wyvern

Após receber o golpe wyvern cai no chão e dubhe faz um ataque direto, estilo luta livre, não encontrei imagem para postar, então abaixo segue uma do DBZ



O guerreiro Deus se afasta após desferir seu golpe contra Pujol, oque o espectro estará planejando.


Pujol: Você não luta tão mau guerreiro Deus. Mas você não chegou perto o suficiente para enfrentar um juiz. "Falava com um sorriso irônico, mesmo tendo um pedaço de sua surplice danificada pelo ataque" Incrível, você conseguiu fazer rachaduras em minha surplice, está luta não sera monótona.


Pujol manifesta seu cosmo, a poder do mesmo é incomensurável, podendo ser sentido em toda Asgard.


(Pensem em Dubhe no lugar de seiya)
Pujol parte para o ataque enquanto Krummenauer estava se preparando, a velocidade de Pujol havia aumentado muito em comparação a investida anterior. Dubhe não havia previsto isto. Pujol acerta o mesmo com muitos golpes mas nenhum fazia efeito, mas por ironia do destino ele desfere um golpe contra o peito esquerdo de Dubhe, o mesmo esboça uma expressão de dor.


Krummenauer: gahhhhhh.............


Pujol: Então é como eu falei, não existe seres indestrutíveis, você que foi banhado com o sangue de um dragão em vidas passadas possui um ponto fraco. "O mesmo busca irritar Dubhe"
Pujol: Você nunca mais verá Asgard, guerreiro Deus! "Grita enfurecido pelo pequeno estrago de sua surplice"

Te levarei ao Meikai, Ondas do inferno!!!!!!!


Dubhe é arremessado pela cosmo energia de Wyvern, caindo no Meikai.


Pujol aparece atras de Dubhe que se levanta assustado.


Pujol: Isso não é um golpe caro Dubhe, isso é apenas um pouco do meu poder! Mas saiba, que minha força aumenta no Meikai igual a de todos os espectros, agora te mostrarei a força do dragão do inferno.

Rugido Deslizante!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!



Wyvern ataca o peito de Dubhe com suas asas, embutindo nelas seu cosmo.

O guerreiro Deus se afasta após desferir seu golpe contra Pujol, oque o espectro estará planejando.


Pujol: Você não luta tão mau guerreiro Deus. Mas você não chegou perto o suficiente para enfrentar um juiz. "Falava com um sorriso irônico, mesmo tendo um pedaço de sua surplice danificada pelo ataque" Incrível, você conseguiu fazer rachaduras em minha surplice, está luta não sera monótona.


Pujol manifesta seu cosmo, a poder do mesmo é incomensurável, podendo ser sentido em toda Asgard.


(Pensem em Dubhe no lugar de seiya)
Pujol parte para o ataque enquanto Krummenauer estava se preparando, a velocidade de Pujol havia aumentado muito em comparação a investida anterior. Dubhe não havia previsto isto. Pujol acerta o mesmo com muitos golpes mas nenhum fazia efeito, mas por ironia do destino ele desfere um golpe contra o peito esquerdo de Dubhe, o mesmo esboça uma expressão de dor.


Krummenauer: gahhhhhh.............


Pujol: Então é como eu falei, não existe seres indestrutíveis, você que foi banhado com o sangue de um dragão em vidas passadas possui um ponto fraco. "O mesmo busca irritar Dubhe"
Pujol: Você nunca mais verá Asgard, guerreiro Deus! "Grita enfurecido pelo pequeno estrago de sua surplice"

Te levarei ao Meikai, Ondas do inferno!!!!!!!


Dubhe é arremessado pela cosmo energia de Wyvern, caindo no Meikai.


Pujol aparece atras de Dubhe que se levanta assustado.


Pujol: Isso não é um golpe caro Dubhe, isso é apenas um pouco do meu poder! Mas saiba, que minha força aumenta no Meikai igual a de todos os espectros, agora te mostrarei a força do dragão do inferno.

Rugido Deslizante!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!



Wyvern ataca o peito de Dubhe com suas asas, embutindo nelas seu cosmo.

O guerreiro Deus se afasta após desferir seu golpe contra Pujol, oque o espectro estará planejando.


Pujol: Você não luta tão mau guerreiro Deus. Mas você não chegou perto o suficiente para enfrentar um juiz. "Falava com um sorriso irônico, mesmo tendo um pedaço de sua surplice danificada pelo ataque" Incrível, você conseguiu fazer rachaduras em minha surplice, está luta não sera monótona.


Pujol manifesta seu cosmo, a poder do mesmo é incomensurável, podendo ser sentido em toda Asgard.


(Pensem em Dubhe no lugar de seiya)
Pujol parte para o ataque enquanto Krummenauer estava se preparando, a velocidade de Pujol havia aumentado muito em comparação a investida anterior. Dubhe não havia previsto isto. Pujol acerta o mesmo com muitos golpes mas nenhum fazia efeito, mas por ironia do destino ele desfere um golpe contra o peito esquerdo de Dubhe, o mesmo esboça uma expressão de dor.


Krummenauer: gahhhhhh.............


Pujol: Então é como eu falei, não existe seres indestrutíveis, você que foi banhado com o sangue de um dragão em vidas passadas possui um ponto fraco. "O mesmo busca irritar Dubhe"
Pujol: Você nunca mais verá Asgard, guerreiro Deus! "Grita enfurecido pelo pequeno estrago de sua surplice"

Te levarei ao Meikai, Ondas do inferno!!!!!!!


Dubhe é arremessado pela cosmo energia de Wyvern, caindo no Meikai.




Pujol aparece atras de Dubhe que se levanta assustado.


Pujol: Isso não é um golpe caro Dubhe, isso é apenas um pouco do meu poder! Mas saiba, que minha força aumenta no Meikai igual a de todos os espectros, agora te mostrarei a força do dragão do inferno.

Rugido Deslizante!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!



Wyvern ataca o peito de Dubhe com suas asas, embutindo nelas seu cosmo.



Krummenauer: não acredito que fui ferido, como isso pode ser possível!?!?



krummenauer eleva seu cosmo



Krummenauer: não morrerei assim tão fácilmente guerreiro sombrio. Siegfried!!! e Odin!!! Deus Supremo, me emprestem sua força para derrotar este inimigo.

ESPAAAADA DE ODIIIIIN


Krummenauer aproveita o momento em que wyvern fica paralisado pelo golpe para utilizar a sua técnica mais poderosa

VENDAVAL DO DRAGÃO


Após utilizar as suas técnicas mais poderosas, estando ferido e sofrendo os efeitos de batalhar no inferno, Krummenauer esgota-se e cai inconsciente.

Pujol olha fixamente para o guerreiro Deus, estava cansado, com avarias em sua surplice e alguns ferimentos.


Pujol: Vocês não são adversários para Hades, não conseguiram despertar o oitavo sentido. Nem a morte lhe acolherá guerreiro Deus.
Pujol: você sabia que Asgard é um dospoucos lugares do mundo em que as ondas do inferno circulam? Depois de tantas mortes ele ficou com essa marca do inferno, julgo que a melhor morte para você é morrer pelo frio de seu país de origem.

Pujol manifesta mais uma vez as ondas do inferno e teleporta o guerreiro deus que esta desa até a parte mais inóspita de Asgard, deixando o caído perto do mar congelante que existe ao redor de Asgard.


Embora com ferimentos aparentes e sua surplice muito danificada, Pujol partiu em direção a Giudecca para se encontrar com Pandora.

em Asgard



Freya encontra Krummenauer


obs: considerar que Hagen é Dubhe e que o cenário é em meio a neve, não consegui achar ninguém caído na neve

Freya reza para Odin pedindo ajuda para socorrer Krummenauer



Odin apela pelas preces de Freya e faz com que Shido receba um flash do ocorrido



Shido: Não pode ser possível, como Krummenauer pode estar neste estado deplorável, preciso correr para arranjar ajuda



logo aparece Larvenberg



e outros solados para socorrer Dubhe



já na cidade



os amigos de Krummenauer oran para Odin intervir na recuperação de Krummenauer



Krummenauer recupera brevemente os sentidos e avisa sobre o guerreiro que acabara de enfrentar, sobre o fato de ter sido teleportado para o inferno, também alerta sobre a necessidade de todos treinarem para evoluírem as suas técnicas, por não serem páreo para a nova ameaça que está surgindo



vamos lá guerreiros deuses



Enquanto isso uma sombra ouvia toda a história de Krumenauer



Fim do Flash back.

Hades: Agora entende Henrique?



Henrique: Claro Hades-sama, estes guerreiros não foram páreos para Pujol, quando ele era um recém chegado, agora que o poder de Wyvern aumentou magnificamente eles não serão adversários para o mesmo, e nem para mim, pois sou o único dos juízes que tem poder suficiente para lutar com Pujol.... HAHAHAHAHAhahahahahahahaha "Ria com vontade"



Hades: Não Henrique, Odin é um Deus orgulhoso e não deixaria isso de lado, ao menos mandaria seus guerreiros treinarem, quanto a seu poder, sei que por enquanto você é o único juiz com tal poder, mas não se afobe, você julga os inimigos antes de lutar e isso é um erro.



Henrique: Claro Hades-sama, mas eles não teram nenhuma chance, por favor nos leve até asgard.



Hades manifesta seu cosmo e envolve Henrique e sua tropa nele, teleportando os mesmos para uma parte de Asgard onde a vida se confunde com a morte, um lugar onde pessoas são pressas em ametistas.



Henrique: Onde estamos?

avatar
Pujol
CEO Empalador
CEO Empalador

Mensagens : 1249
Cosmos : 20006194
Data de inscrição : 16/02/2013
Idade : 25
Localização : 4ª Esfera: Giudecca

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Filler históry - Acontecimentos no inferno

Mensagem por Hiramaru em Dom Maio 05, 2013 3:27 pm

Pisces no Aphnos escreveu:Pujol e Hiramaru chegam na enfermaria.




Pùjol: Você ainda esta machucado, precisa de tratamento?





Hiramaru: Não... eu
já estou totalmente curado, não sou tão frágil assim.
Falava ironicamente.



[imagine sem armadura]


Hiramaru: So vim aqui busca uma coisa.





Pujol: ande logo não tenho tempo, quero logo beber um copo de wisky.





Hiramaru: Acame-se... isso será breve.





Pujol e Hiramaru adentram no quarto da enfermaria onde Hiramaru estava anteriormente. A surplice que estava combrindo Hiramaru anteriormente estava no chão. Hiramaru começa a vesti-la.





Hiramaru: Pronto estou muito melhor.



Pujol: Bem vindo ao grupo... Beelzebu no Hiramaru estrela Celeste da Escuridão.





Hiramaru: Pujol lute comigo quero testa essa surplice.



Pujol: Que apanhar mais um pouco? Interessante gostei do seu estilo.





Pujol: Me acompanhe.. tem um lugar em que eu geralmente treino, la não causaremos tumulto pra ninguém.





Pujol e Hira partem para o local de treinamento.


Hiramaru: Vamos fazer algo diferente, lutaremos sem usar nossas habilidades



Hiramaru: Porque alem de testa essa surplice quero saber qual de nos tem maior força física.







Hiramaru: Nunca
chegamos a ter uma luta ate o fim.






Pujol: Se for pra ter uma luta mano a mano então não preciso
dessa surplice.
Pujol retirar sua súplice.





Hiramaru: Não de uma
de fortão não quero fica na vantagem.

Também tira sua surplice.





Hiramaru: Venha quero
ver esse seu soco de mocinha.
Provacar Pujol.





Hiramaru se posiciona e posição de luta.





Quando de repente aparecem Queen de alraune e Sylphid de
Basilisco.





Sylphid: Não acredito no que eu estou vendo, um espectro
brincando com um cavaleiro. Pujol sabia que não dava pra confiar em você.






Queen: Você ira morre por isso.





Pujol: ora seus... fiquem quietos vocês não sabem o que esta
acontecendo.






Hiramaru: Acalme-se
Pujol, eu resolvo isso.
Começa a vesti novamente sua surplice.





Queen: Mais o que?





Sylphid: Uma surplice?





Hiramaru: Queen e Syphid sou o novo segundo no comando no exercito de Pujol. caminha na direção dos espectros.






Eu Hiramaru de Beelzebu a estrela celeste da Escuridão, ordeno que sumam daqui agora mesmo,.



Sylphid: Como ousa.... Nunca que o obedeceremos. Quem te elegeu para tal cargo? Se prepara para lança um ataque.





Hiramaru: São ordens de Hades, mais se quiserem lutar mesmo sabendo disso então tudo bem. se prontifica pra atacar




Sylphid: venha que eu o matarei.




Hiramaru numa velocidade incrível se aproxima de Sylphid o
assustando, em seguida o desfere um golpe cortando seu peito,

em seguida da um soco de direita o arremessando as alturas o
espectro cai no chão com toda a força, mais começa a se levanta com dificuldade.



Hiramaru: Não venha
lutar comigo nesse estado deplorável, você esta mal se agüentando em pé.






Sylphid: você não tem nada haver com isso. Parte pra cima de Hira.





Hiramaru se desvia do soco de Sylphid, mais Queen
aparece pelas suas costas e desfere um golpe.


Queen: Quilhotina da flor sangrenta





Hiramaru desvia do golpe saltando para o alto, o golpe acerta Sylphid lhe arrancando uma mão.
Sylphid: AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA



Antes de cair Hira pega Queen e arresa as alturas.
Hiramaru: Jumping Stone



Queen se arebenta no chão.



Queen: Maldito.. cof cof


Sylphid permanecia no chão gemendo de dor pela perda da mão.
Hiramaru se aproxima e pissa em um braço de queen
Hiramaru: Você ira perde uma mão por ter atacado um superior, e por te descepado um companheiro.



Hiramaru descepa uma mão de Queen

Queen: aaaaaahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh
Hira olha pra Pujol, que observa tudo hororizado.
Hiramaru: pronto já
acabei com eles.
Pisa na cabeça de Queen





Queen: Cof cof. desmaia





Hiramaru: Pujol você
sabe o motivo pra eles estarem nesse estado? Foi muito fácil derrota-los.
Da
um chute no corpo de Queen que cai perto de Pujol





Pujol: Eles treinaram comigo, acho que eu exagerei pouco.






Pujol: Vamos adiar essa nossa lutar tenho que levar esses
idiotas pra enfermaria.






Hiramaru: Faça como quiser....
eu ficarei por aqui tenho que me adaptar a essa surplice.





Pujol pegas os espectros inconscientes nos ombros e sair
voando em direção a enfermaria. Hiramaru sai a anda pelo Mekai.

_________________
avatar
Hiramaru

Mensagens : 1175
Cosmos : 1006382
Data de inscrição : 14/02/2013
Idade : 25
Localização : Santuario

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Filler históry - Acontecimentos no inferno

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum