Coronas Temple

Aventura 2: A ambição de Alberich. Neve vermelha.

Página 5 de 7 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Ir em baixo

Re: Aventura 2: A ambição de Alberich. Neve vermelha.

Mensagem por Aiacos em Sex Maio 31, 2013 3:19 am

====================================================================================

"Guerreiros deuses, espectros, cavaleiros de Athena, deuses e semi-deuses...a cada segundo que passava, mais perigoso e sangrento se tornava o embate entre o bem e o mal."



"Enquanto isso, nos arredores do Meikai, duas poderosas presenças se encaravam, frente a frente."



- Por outro lado, se você perder, destruirei sua alma e enterrarei sua existência nesta escuridão que tanto odeia... HAHAHAHAHA "Fala enquanto criava chamas em suas mãos com o cosmo"



- Está bem..."Cegueta fala friamente, sem esboçar quaisquer reações."



"Pujol fica de prontidão para lutar, enquanto olha friamente para Cegueta de Fênix, analisando-o. Sentia-se incomodado com a conduta do cavaleiro de bronze."



- Podemos começar? Não tenho tempo a desperdiçar..."Mantém sua postura neutra, sem se mover."



- Você parece estar com pressa para lutar...mas não se preocupe...o tempo do Meikai é diferente do tempo no mundo terreno..."Fala em tom de sarcasmo, provocando o cavaleiro de Fênix."




- Não tenho pressa, juiz. Só gostaria que você me informasse primeiro aonde está Hiramaru de Capricórnio antes de começarmos a luta. "Fala seriamente para Wyvern."



- Já te disse que só lhe direi aonde ele esta se você me derrotar. Você é surdo por acaso? "Fala irritado."



- Eu ouvi bem Wyvern...só quis adiantar as coisas..."Fala se pondo em posição de combate."



- O quê?? "Indaga Wyvern."



- Tudo que preciso fazer é derrotá-lo, não é mesmo? Por isso esperava a sua resposta antes do inevitável acontecer..."Fala secamente, enquanto começa a incendiar seu poderoso cosmo."



- Seu insolente, como ousas ficar cantando vitória sendo que sequer começamos o embate? "Fala furiosamente."



- Que comecemos essa luta...não perderei mais tempo contigo. "Fala enquanto explode seu cosmo."




"Pujol eleva seu cosmo agressivamente ao máximo, enquanto seus olhos tornam-se vermelhos."



"Cegueta fica envolto pelas chamas."



- Aveee Fêniiiiiiix !!! "Concentra todo seu cosmo em um de seus punhos."



"Uma Fênix se materializa atrás de Cegueta."



"Lança seu ataque com tudo para cima de Pujol."



"Pujol explode seu cosmo, usando as ondas do inferno."



- Groaaahhhhhhhh..."Solta um poderoso rugido, com o uso do seikishiki, anulando as chamas do golpe de Cegueta."



- Então conseguiu sobrepujar as chamas da fênix com seu poder...o mínimo que se espera de um dos três juízes..."Fala fazendo pouco caso."




- Tsc..."Acha engraçado o comentário de Cegueta."



- Isso não é nada...você verá que meu poder vai muito mais além do que a sua imaginação pode supor..."Responde com um olhar intimidador."



- Portando...resista à minha técnica, se puder! "Estreita seus olhos."



"Cegueta estreita seus olhos."



"Pujol remove seu elmo, segurando-o com um de seus braços, enquanto começa a elevar bruscamente seu cosmo."




- Grooooooooooooooooooohhhhmmmm..."Pujol lança seu poderoso ataque furiosamente contra Cegueta de Fênix."



"O golpe avança muito rápido, encurralando Fênix."



- Oaaahhh...que força...."Cegueta é arrastado com violência pela técnica de Pujol."



"Uma grande devastação ocorre, levantando poeira por todos os lados."



- Vamos Fênix...estou pegando leve contigo...."Fala irritado, enquanto a poeira começa a se dissipar."



- Pegando leve? Me fazes rir...juiz estúpido..."Fala desprezando Wyvern."



- Lhe mostrarei o poder das chamas da Fênix! "Explode seu cosmo ao máximo."



- Ooooaaahhh...Vôo da Fênix !!! "Lança milhares de rajadas de chamas incandescentes cósmicas para cima de Pujol."



- Um golpe desse nível sequer irá me atingir, Fênix! "Fala se pondo em defensiva."



- Grooooooooaaahhhhhh..."Solta um rugido estridente."



"Pujol usa desse artefato para sobrepujar as chamas de Cegueta, fazendo com que elas se desviem de seu alvo."



"E com o impaco entre as duas técnicas, as chamas de Fênix se envolvem em um vortex, criado pelo rugido de Wyvern."



"Cegueta olha surpreso para a cena, vendo suas chamas desaparecem."



- Patético...esperava mais vindo de ti..."Fala com desprezo."



"Cegueta encara Wyvern, cerrando seu punho com raiva."



- Esperava mais? Então receba...o Golpe Fantasma de Fênix!!!"Avança em alta velocidade pra cima de Wyvern."



"Cegueta de Fênix lança seu golpe contra Pujol."



- Argh...seu maldito..."Fala com raiva, enquanto sente dores de cabeça."



- Diga-me Wyvern...como é viver dentro de um inferno? "Pergunta com ironia."



"Pujol sente-se um pouco desnorteado."

====================================================================================

"Na mente de Pujol..."



- Por favor Hades-sama...me perdoe por decepcioná-lo! "Fala desesperado."



- Não haverá perdão Pujol...não irei tolerar o seu fiasco! "Surge Hades diante do juiz."



- Desapareça Wyvern! "Saca a sua espada, partindo pra cima do espectro."



- Aaaaahhhh...."Pujol de Wyvern é partido ao meio."

=====================================================================================

"De volta para a realidade..."



"Pujol estava quieto, sem se mover."



- Parece que ele enfim sucumbiu..."Fala enquanto analisa Pujol."



- Isso é tudo, Fênix? "Pergunta friamente, sem olhar para o cavaleiro."



- Mas o quê? Não pode ser...ele sequer sofreu danos com o meu Golpe Fantasma..."Fica assombrado com a cena."



- Maldito...acha que pode brincar com a minha mente? "Fala tomado pelo ódio, enquanto suava frio."



- Para um espectro, até que você tem uma resistência considerável...estou impressionado. "Reconhece o poder de Wyvern."



- Maldito cavaleiro de Athena...nunca irei perdóa-lo por denegrir Hades-sama dessa maneira!! "Fala tomado pelo ódio. A cena em sua mente com Hades decepcionado havia deixado o espectro furioso."



- Cale-se espectro!! Tome isso!! "Explode seu cosmo ao máximo, lançando um novo ataque contra Wyvern."



- Tolo..."Estende a sua mão, enquanto as ondas do seikishiki começa a rodear pelo local."



"As duas técnicas se colidem com força, gerando um clarão."



- Aahh...droga...ele é bem forte até..."Fala um pouco ofegante."



- Agora eu lhe mostrarei o meu verdadeiro poder!! "Vocifera, explodindo seu cosmo."



"Abre suas asas, enquanto o chão ao seu redor começa a afundar, tamanha era a magnitude de seu cosmo."



- Que cosmo poderoso...totalmente carregado de fúria e trevas...."Fala impressionado."



- Desapareça, Fênix! Greatesto Caution! "Explode seu cosmo, atacando o cavaleiro de bronze."



"A técnica é potencializada graças ao seikishiki."



- Aaaaahhhhh..."O ataque atinge Cegueta em cheio."



"Cegueta voa com violência para os céus com o impacto da técnica."



"Até cair no chão."



- Essa é a armadura que um dia fora usada pelo lendário Ikki de Fênix? Que vergonhoso..."Fala provocando Cegueta, enquanto se aproxima."



"Cegueta se levanta, sem falar nada."



- No final de contas, você não é digno de portar essa armadura..."Fala desprezando Cegueta."



- Será mesmo?? "Seu cosmo começa a brilhar com muito mais intensidade, como uma fornalha incandescente."




- Mas o quê? O cosmo dele está crescendo de forma assustadora..."Fala surpreso."



"O cosmo de Cegueta chega a um novo limite."



- A armadura dele...está mudando..."Fala incrédulo."



"A armadura passa a emanar um poderoso brilho dourado, como se fosse uma armadura de ouro."



"Cegueta esboça um pequeno sorriso de satisfação."

============================================================================

O que irá acontecer aos dois combatentes? Conseguirá Cegueta derrotar o juiz de Wyvern?

Continua...


Última edição por Garuda no Aiacos em Ter Jun 11, 2013 10:43 pm, editado 2 vez(es)

_________________

“Nada é mais justo na vida do que a própria morte. Não importa a cor da sua pele, não importa a profissão exercida, não importa a crença acreditada, não importa aonde nasceu e tampouco de onde veio. Todos, sem exceção nenhuma, irão voltar à terra, para apodrecer e servir de alimento aos vermes.”
avatar
Aiacos
Berseker
Berseker

Mensagens : 1493
Cosmos : 20009201
Data de inscrição : 03/02/2013
Idade : 27

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aventura 2: A ambição de Alberich. Neve vermelha.

Mensagem por Hiramaru em Sex Maio 31, 2013 10:20 am

No episodio anterior Aphnos foi preso com suas proprias rosas e sofrer com o poder de Luco.




Morra fracote.


Seu Maldito.


Luco vira as costas para Aphnos.
Logo logo estaras morto... vou atrás dos
outros.


Luco começa a se afastar. mais percebe algo.
Uma névoa vermelha?


Não e possivel.



Aphnos havia se soltado.



Driade devo lhe parabenizar pelo feito de me ferir,
mais essa ferida feita em mim será a causa de sua morte.
diz com um
sorriso.


Não brinque comigo sainto.



Não estou brincando você morrera agora.
fala seriamente.



Se aproxima de Luco emanando uma nevoa venenosa feita pelo seu sangue.



Essa nuvem e altamente tóxica. Se você à inalar será
seu fim.


affs.. fala assustado



Não morrerei. Morra peixes



ROSAS PUNHAIS - lança rosas afiadas contra aphnos.





Aphnos arremesa suas rosas e as mesmas chocam contra as de Luco.



Acabou com minhas rosas, mais tente
acabar com isso.


Aphnos desvia com muita destreza.



Mais Luco o ataca por trás e o prende novamente.


Agora esta morto. hehe .




Eu ja disse que o mesmo golpe não funciona duas vezes com um
cavaleiro.


Mais o que? A sua nérvoa venenosa acabou
com minhas plantas.



Agora sera o seu fim.



O Santo se movimenta em alta velocidade, e aparece na frente de Luco o surpreendendo.
O desfere um soco no estomago, seguida de uma joelhada na cara.
Luco cai de joelhos no chão.
Maldito. fala gemendo de dor.


MORRAAAAAAAAAAAAAAA. começa a elevar seu cosmo.

AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA queima seu cosmo.



CRIMSON THOOOOOOOOOOORRRRNNNNN


Milhares de agulhas venenosas atingem
Luco.



O espectro cai de joelho e começa a se desmaterializar.



LIXO... olha pro espectro com desprezo.



Agora vou atrás daqueles malditos.





Athena já estou indo.


Começa a sair de sua casa bastante ferido.



_________________
avatar
Hiramaru

Mensagens : 1175
Cosmos : 1006382
Data de inscrição : 14/02/2013
Idade : 25
Localização : Santuario

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aventura 2: A ambição de Alberich. Neve vermelha.

Mensagem por Cancer no Malakh em Sab Jun 01, 2013 12:50 am

Malakh e Hakuzak davam prosseguimento à sua missão em
Asgard.


- Então o que temos de fazer agora? – pergunta o Cavaleiro
de Leão Menor.





- Encontrar Kiwill...



- Ah sim... Midgard...




- Exato. Você não descobriu nada sobre o paradeiro dele,
descobriu?




- Não, infelizmente.



- Ele deve estar por aí chutando as bundas desses guerreiros
deuses fracos. É lamentável nós Cavaleiros de Atena termos de sujeitarmos a
tais inimigos insignificantes...




- Você acha? O último derrotou 3 cavaleiros do nosso
grupo...
– diz Hakuzak visivelmente incomodado com o que Malakh falara.




- Todos medíocres... Se ele enfrentasse um cavaleiro de
verdade ele iria ser humilhado. Como você fez, não é mesmo? Fez bem, esses
guerreiros deuses fracos não têm sequer o direito de viver, imagina de lutar?
HAHAHA!




Hakuzak interrompe a passada, enquanto Malakh continua a
andar. O Cavaleiro de Leão Menor fecha os punhos e olha para o Cavaleiro de
Ouro com ódio.




Hakuzak arrisca um golpe pelas costas de Malakh. Um golpe
letal, na nuca do cavaleiro.




Quando o Cavaleiro de Câncer agilmente vira e segura o punho
de Hakuzak.





- O quê?!




- HAHAHAHA! Você acha que pode enganar a mim? Eu que domino
o Sekishiki posso ver através das almas das pessoas e sei que você não é o
Hakuzak! Não é mesmo, guerreiro deus?




É então revelada a verdadeira forma do seu agressor. Era
Ragnar, o guerreiro deus de Benetnasch, que havia projetado uma ilusão na
tentativa de enganar o cavaleiro.


- Argh! Maldito! Vai ter o mesmo fim que os outros!





- HAHAHA! Eu não teria tanta certeza!



Ainda segurando o punho do guerreiro deus, Malakh começa a
aplicar sua força e destruir a parte da armadura que protege a mão de Ragnar. O
guerreiro deus dá um salto para trás para evitar que ela seja quebrada.


- Vai pagar por sua insolência, cavaleiro!



COSMIC ILLUSION!



Milhares de clones do guerreiro deus saltam em direção a
Malakh.




- Preciso descobrir qual é o verdadeiro!



- Mas o quê?! Todos são reais, não é possível!



Os clones acertam o cavaleiro em cheio, que rapidamente se
levanta.




- HAHAHAHA! Isso é tudo? Esse é o seu melhor golpe?




- Maldito, não pode ser!




- Você está cansado da luta com os outros cavaleiros! Não
deixarei que a morte deles seja em vão.





- Conheça o poder de um cavaleiro de ouro!




RA’S AL GHUL GORGONEION! – GÓRGONA DEMONÍACA!



Malakh envolve Ragnar com seu cosmo.



- Você não percebeu, mas sua armadura está completamente
deteriorada pelo fogo de Hakuzak.




- O quê!



O cosmo que envolve Ragnar prende-o e começa a pressioná-lo,
destruindo seu robe por completo.





- Ahhhhh! Não acredito!




- Vou mandar você para o inferno eu mesmo, seu maldito!




SEKISHIKI MEIKAI – HA! – ONDAS DO INFERNO!




Num instante, os dois se vêem na colina do Yomotsu.



Malakh aplica diversos golpes na velocidade da luz no
guerreiro deus, que agora sem proteção alguma, cai ao chão.




O Cavaleiro de Câncer puxa Ragnar pelos cabelos e o arrasta
até a entrada do Meikai.





- AHHH! ME LARGAAAAAA!!! CRETINO!!!



- Arda eternamente no inferno de sangue do Meikai, infeliz!



Malakh joga Ragnar para dentro do buraco do Yomotsu, que
desaparece em meio à escuridão.






Última edição por Cancer no Malakh em Dom Jun 02, 2013 3:17 pm, editado 3 vez(es)
avatar
Cancer no Malakh
Garanhão Coronas
Garanhão Coronas

Mensagens : 581
Cosmos : -88995124
Data de inscrição : 22/02/2013
Idade : 24
Localização : Yomotsu

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aventura 2: A ambição de Alberich. Neve vermelha.

Mensagem por -=|R.R.|=- em Sab Jun 01, 2013 1:15 am



_Sua alma me será muito útil..."Fala enquanto esboça um sorriso maligno."



_Desapareça..."Fala em um olhar sádico."



_Meikai Horin! Tesouro do Inferno! "Explode seu cosmo, lançando a técnica contra Khambalia."

____________________________________________________________________________________________

"Depois de derrotar facilmente o inimigo, Ambar deseja encontrar Khambalia o quanto antes..."





_ sempre usam o mesmo argumento estapafúrdio para justificar essas guerras contra a humanidade. Se esquecem que são imperfeitos ao contrário dos deuses, tão perfeitos e superiores. Ainda assim são piores, já que mesmo com a essa perfeição, são crués, sádicos e egoístas até entre eles.


_os humanos são apenas um reflexo dos seus criadores, isto é, dos próprios deuses. Por isso relutei em ser um cavaleiro, até por não acreditar nesses deuses... Hades é só megalomaníaco com o poder de um deus... jamais conseguirá sucesso com essa utopia idiota... - "Ambar fala debochando do imperador do mundo dos mortos."


_só me interessa restaurar o rosário imediatamente! - "Diz o dourado, determinado."



_ sinto um cosmos muito poderoso... como é um cosmos frio e escuro, provavelmente é de um espectro... aliás é ainda mais poderoso que do Aiacos... me parece familiar.... - "Virgem sente o poderoso cosmos de Atavaka."

"Até que..."


_o cosmo de Khambalia desapareceu completamente...



_ quando notei aquele cosmos sem vida, percebi que o de Khambalia tinha a aumentado, como se estivesse em combate.


_será que?


_ e sinto que conheço esse espectro... aquele miserável - "Ambar fala com ódio e parece reconhecer Atavaka... e Khambalia? Será que ainda está vivo?



________________________________________________________________________________


_fácil demais... sem a armadura é tão fraco quanto uma criança... uma pena... mas não podia deixar que ajudasse aquele infeliz... - "Comemora Atavaka, seguindo ao encontro de Ambar de Virgem a passos largos."



_sua alma foi dilacerada hahahaha sua existência medíocre fora apagada hahahaha



_agora só falta aquele idiota, mesmo com a armadura de ouro de virgem, ele ainda é muito cru. Terá o mesmo destino assim que encontrá-lo hahahaha- "Ri o poderoso espectro enquanto é interrompido abruptamente..."



_cuidado!



_seus desejos podem ser realizar. "Ironiza Ambar de Virgem, envolta vários feixes de luz, flutuando diante do espectro.



_ diga-me, onde está Khambalia? Se disser, farei com que sofra menos... - "Fala Ambar, com um ar imponente..."



_ que? Insolente... com quem pensa que está falando? Dessa vez não terá ninguém para te salvar... sua sorte acabou... achou que poderia escapar de mim a vida toda? "Atavaka, determinado a finalmente acabar com Ambar como no passado."



_ não se esqueça... não sou o mesmo de antes... você não me impressiona nem um pouco. Vamos... diga... onde está Khambalia?



_o que você acha? eu não iria deixar aquele imbecil te ajudar com o rosário, não é mesmo?!... a alma dele foi cortada em pedacinhos, a francesa hahahaha



_ vai sentir na pele a desgraça que é me ter como adversário. Pagará caro por ter profanado Khambalia de Virgem!!!! - "Vocifera Ambar, que faz a terra estremecer com seus cosmos..."



_ que cosmos energia é essa??? esse cara realmente não é um cavaleiro de ouro comum! Amplificou seus cosmos acima do limite...



_ mas ainda não podes me derrotar, cavaleiro hahahaha - " Fala Atavaka, se preparando para atacar..."



_sucumba diante do mais próximo dos deuses no inferno OAAHHH!!!! -"O espectro manda uma poderosa rajada capaz de destruir tudo a sua volta."



_KAHN - "Ambar pronuncia entrando em posição de meditação no mesmo instante, repelindo o ataque devastador do inimigo."





_sobrepujou meu ataque com facilidade. Realmente se tornou um cavaleiro poderosíssimo... esses cavaleiros de Virgem possuem o dom de me irritar profundamente...



_ por Athena, juro que vai pagar pelos seus atos.



_ será punido severamente...se arrependerá se sua existência nefasta. - "Ambar aparece com metade da face de Buda."



_venha espectro imundo. Pode achar-se iluminado e próximo dos deuses mas pra mim é apenas mais um inseto, embora de maior porte. - "Fala o virginiano, enquanto sai da posição de meditação e abre um das mãos em direção ao espectro."


_não deveria baixar a sua guarda, Virgem... pensa que está numa distancia segura? - "Alerta, Atavaka..."

"Atavaka então, se teleporta logo a frente de Ambar através de um vórtex criado por ele."





_ hahahahahahahahahaha




_o que é isso? - "abre os olhos levemente espantado..."



_o que pretende? "o virginiano tenta se afastar..."


_ terá sua alma retalhada!!! - "Vários braços se esticam e agarram o cavaleiro de virgem, assim como fez com Khambalia."



_droga... argh - "Ambar, mesmo com todo o seu poder, não consegue se mover."



_ MORRA!!!! - "Berra Atavaka enquanto o rosário cai das mãos de Ambar..."





"Até que uma explosão é criada atrás de Atavaka..."





_Ambar de Virgem? - "Pergunta Khambalia, visivelmente enfraquecido, sofrendo os efeitos do ataque do espectro."



_Khambalia?


_não é possível...



_ não terei minha alma destruída tão facilmente... ainda mais eu, detentor da técnica do julgamento dos mortos. Posso lutar mesmo sem os meus sentidos. - "Fala através do cosmos, Khambalia, que retornou sem os 5 sentidos.



_miserável! Vou acabar com você de uma vez por todas...



_OOAAAHHHH



"Atavaka lança uma rajada cósmica que vem do alto, prestes a se chocar com Khambalia..."




"... que repele o ataque do espectro.


(não... não posso morrer até completar minha missão...) - "Pensa Khambalia, enquanto se esforçava para não ser pulverizado pelo ataque."



_ Maldito... quero ver se vai aguentar a próxima. - Desafia Atavaka que é interrompido por Ambar..."



_ não deveria dar as costas para mim, espectro. - "Lembra Ambar..."



_quer morrer primeiro? está b... - "até que é surpreendido pelo ataque de Ambar, enquanto se virava para o cavaleiro de ouro..."



_Rikudō Rinne!!! - "Virgo aproveita a distração de Atavaka e lança o ciclo das seis existências."


_________________
"As Flores brotam, e morrem...As estrelas Brilham, Mas um dia se apagarão...Tudo morre...A terra,o Sol, a Via Láctea e até mesmo todo este universo não é exceção! Comparado a isto, a vida do homem é tão breve e fugidia quanto um piscar de um olho...Neste curto Instante, os homens nascem, riem, choram, lutam, sofrem, festejam, lamentam, odeiam pessoas e amam outras! Tudo é transitório...E em seguida, todos caem no sono eterno chamado morte."
avatar
-=|R.R.|=-
Mestre Cervejeiro
Mestre Cervejeiro

Mensagens : 969
Cosmos : -87994392
Data de inscrição : 12/01/2013
Idade : 37
Localização : Santuário - Grécia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aventura 2: A ambição de Alberich. Neve vermelha.

Mensagem por Hunter em Sab Jun 01, 2013 3:51 pm

''depois de subir as doze casas com a ajuda dos espectros Hunter chega na sala
do mestre todos os espectros são eliminados por tionmo só restando um que ajuda a parar
ele e ajudando Hunter ficar frente a frente com Atena.


''Mas Hunter é surpreendido por Tionmo que entrega a Adaga sagrada que uma vez serviu para
matar Atena nas maos de Hunter''


Finalmente..Finalmente terei a chance de cumprir meu objetivo! (pensa Hunter)


Va em frente Cavaleiro e vingue seu povo! (diz Atena se aproximando do cavaleiro)


Entao essa Atena..O cosmo dela é tao pacifico e acolhedor..(pensa Hunter)


''Athena pega na mao de Hunter e aproxima a adaga de seu corpo. ''


Nao sei se posso fazer isso.Oque estou fazendo? (exita Hunter)


Nao! Nao posso desistir tenho que vingar meu povo! (pensa Hunter)


Maldito se fizer mais um movimento eu te matarei! (se preocupa Tionmo)


Atena!? (fala em tom baixo levantando vagarosamente a adaga)


Droga! (nao se contem Tionmo)


CONTROL DIMENSIONS


NAO TIONMO! (grita Atena)


''Hunter que estava desprotegido e esgotado nao consegue se defender do poder de Tionmo e é pego pelo poder dele''

Tionmo porque fez isso?


Desculpe-me Atena nao consegui me conter ao ver levantar a a adaga contra a senhora!


Tionmo,ele nao ia me atacar!


Como é?


Como eu ja tinha te dito antes ele nao tem maldade em seu coraçao ele
nao seria capaz de me apunhalar com aquela adaga



Ele é apenas um jovem que foi tomado pelo espirito de vingança!


Ele ainda nao esta morto!com sua telescinese ele tem o poder de escapar da minha dimensao!


Mas tenho certeza que ele ira cair bem longe do Santuario!


Espero que possamos livra-lo desse Sentimento de vingança (pensa Atena)


==========================EM UM LUGAR DESCONHECIDO=======================

''Hunter escapa da dimensao paralela de Tionmo''

Droga onde estou?Maldito tionmo!


Eu nao poderia ter exitado daquela maneira (se lamenta)


Estou sem ernegia,nao poderei me teleportar daqui,melhor eu procurar um abrigo por enquanto!


Atena... (anda Hunter com a adaga na mao lembrando do acontecimento)


''Mal sabia Hunter que ali perto uma figura o observava''

avatar
Hunter
Falhador
Falhador

Mensagens : 629
Cosmos : 10008069
Data de inscrição : 27/12/2012
Idade : 22
Localização : Desconhecido

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aventura 2: A ambição de Alberich. Neve vermelha.

Mensagem por Pujol em Sab Jun 01, 2013 8:10 pm

Cegueta de Fenix queima seu cosmo, transbordando de raiva pelos insultos que Pujol desferiu a ele e a escolha de seu mestre Ikki em lhe dar a armadura de Fenix, tida como uma das mais poderosas entre as de Bronze.



Enquanto isso abre um sorriso cínico, parecia se divertir com a luta.



Pujol: Intrigante, o cosmo dele cresce a medida em que sua vida é ameaçada, seria esse o instinto de sobrevivência? E esse brilho parecido com o de uma armadura de ouro? O mais relevante é que seu cosmo só ficou neste ponto quando insultei a escolha de Ikki de fênix, qual é a relação entre eles? “Pensa o kyoto”



Cegueta: Você pagará caro por fazer pouco caso de mim e desta armadura! OHHHHHHHH! “Fala com ênfase enquanto explode seu cosmo”



Uma verdadeira onda de choque atinge o local, enquanto o cavaleiro de Fenix queimava seu cosmo ao máximo, mas Pujol não demonstrava nenhuma reação pessimista, parecia analisar o oponente. As árvores amaldiçoadas do vale que Aiacos controla com mão de ferro quando está na segunda esfera são arrancadas com violência extrema, sendo que se perde a localização do juiz quando se tenta a olho nu, mas quando se procura pelo cosmo se nota que sua posição não foi alterada, seria uma afronta a honra do cavaleiro ou um teste em relação a seu poder?



Pujol: Veremos até onde consegues chegar e após lhe destruirei como o verme que és! “Fala em meio à explosão criada pelo cosmo de Cegueta, mas ninguém pode escutar em meio a fúria do santo”



Pujol começa a explodir seu cosmo, elevando o mesmo ao ponto em que uma aura roxa era vista em sua volta, o santo de fenix não nota que o inimigo ainda estava vivo.

Pujol: Já chega criança mimada! “Grita enquanto explode seu cosmo”



Pujol que estava no centro da explosão cósmica acaba por anular a onde de choque criada pelo cosmo de Cegueta, tendo como base sua posição o mesmo projetou uma onda de seu cosmo de dentro do olho da pequena tormenta de fogo para fora dela desfazendo as chamas com facilidade, Cegueta fica impressionado com o controle que o juiz tem sobre o cosmo e vê que não poderá brincar com este inimigo.



Pujol: Isto é tudo que podes fazer? Se for acabarei com sua vida aqui e agora! “Fala friamente enquanto lança um olhar assassino em direção a cegueta”



Cegueta se coloca em posição de combate, encarando Pujol de frente, demonstrando ter herdado a audácia de Ikki, mas não o poder do mesmo.



Pujol: Vamos ver como se sai se eu usar cinco centésimos de meu poder."Fala rispidamente"



Cegueta: Oque?



Pujol parte para cima de Cegueta aumentando sua velocidade a um ponto acima da velocidade da luz, sendo que cegueta mau vês os movimentos, o kyoto decide desferir uma série de golpes no santo de Athena, sendo que o mesmo mau consegue acompanhar os golpes, recebendo a maior parte dos mesmos.



Pujol: Patético, vens ao meikai com esse poder e pensa em resgatar alguém? Você pagará por seu erro! "Fala enquanto golpeia Cegueta"



Cegueta começa a elevar seu cosmo conforme os golpes que leva, sendo capas de acompanhar alguns dos movimentos, mas mesmo assim demonstrando que não possui velocidade suficiente para o feito. Cegueta explode seu cosmo para fora de seu corpo, criando uma explosão de chamas em um raio de 10 metros de seu lugar, com o intuito de arremessar o kyoto para longe o suficiente que desce tempo de pensar em uma estratégia ou de fugir.



Uma nuvem de poeira é arremessada aos céus, enquanto Wyvern é perdido de vista.



Cegueta: Será que funcionou? "Pensa o santo"



Pujol: Só isso cavaleiro? Não poderá seguir em diante, me mostre o brilho dourado de outra hora, ou será que és apenas uma armadura de ouro dos tolos, falsa o suficiente para ser destroçada em minhas garras?



Cegueta explode de raiva, elevando seu cosmo ainda mais e partindo para o ataque, chegando a superar a velocidade que wyvern demonstrava, mas aquele não era todo o poder do kyoto, Cegueta chega ao ponto de arremessar Pujol ao alto, mas quando parte em direção ao corpo do mesmo e vai desferir um soco é atingido em cheio. Wyvern havia se recuperado no ar, tinha apenas hematomas superficiais em seu rosto, mas foi o suficiente para fazer com que ele se descontrola-se e aumentasse seu cosmo, ultrapassando a velocidade e o poder do santo muito facilmente.



Cegueta: Não é possível, eu usei todo meu poder e não consigo derrotar ele! "Esbraveja"



Pujol bate palmas para Cegueta enquanto se senta em um tronco de árvore que estava caido no chão.



Pujol: Devo dizer que conseguiu me fazer perder o controle, mas perto de Hyperion de Ebano, você não é nada cavaleiro de fenix! "Fala com enfase a última parte"



Pujol se levanta calmamente e olha para Cegueta, algo estava a se formar na boca de Pujol, uma enorme esfera de cosmo se projetava para frente do kyoto enquanto o cavaleiro tentava encontrar um modo de se esquivar do golpe, pois já havia o recebido.


Pujol: Wyvern's roar!


O ataque é ainda mais rápido e devastador do que os anteriores, demonstrando a vontade que o juiz tinha em matar o inimigo, Cegueta é arremessado ao ar com o turbilhão que é formado pelo golpe e que destroi tudo oque vê no caminho.

Pujol: Não sou do tipo que joga com a mente dos outros, igual ao Aiacos, então vou matar este verme logo assim evitando que venha a me trazer problemas futuros. "Pensa enquanto vê o fenix subindo e descendo"


Pujol manifesta o sekishiki em seu punho, o golpe era estranho ao total que se havia visto até agora, o juiz olha e vê o momento exato da queda do santo de fenix, voando em sua direção enquanto estava em queda livre. Pujol desfere um soco no meio do peito de Cegueta o mandando direto a um monte de rochas. Cegueta se levanta muito mau, mas nenhum ferimento é notado em seu corpo.

Cegueta: Oque aconteceu? Onde estão meus ferimentos?

Pujol: Olhe ao redor. "Fala enquanto aterrissa perto de fenix"

O corpo de cegueta é visto a alguns metros, encravado em uma das árvores amaldiçoadas do vale
avatar
Pujol
CEO Empalador
CEO Empalador

Mensagens : 1249
Cosmos : 20006194
Data de inscrição : 16/02/2013
Idade : 25
Localização : 4ª Esfera: Giudecca

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aventura 2: A ambição de Alberich. Neve vermelha.

Mensagem por Pujol em Dom Jun 02, 2013 2:25 pm

Após Hunter ter caído em Asgard, o mesmo pensa que está sozinho, até que alguém se revela das sombras das árvores.

???: Mais um santo de Athena para tumultuar estas terras?

Hunter empunha a Adaga, mas não vê intenções violentas naquele que estava a sua frente.

Hunter: Quem é você? Guerreiro Deus.

Draco: Meu nome, bem você ainda nem se apresentou, mas me chamo Draco e algo me intriga em você. Está arm que estás segurando, a mesma me parece, como posso dizer, peculiar.

Hunter, embora estivesse exausto e ferido, se coloca em posição para atacar.

Hunter: Não vou deixar que pegue essa arma, com ela matarei Athena e terei minha vingança! "Fala ofegante"

Draco ultrapassa a velocidade da luz e corre, parando na frente de Hunter, demonstrando um olhar cínico para o cavaleiro.

Draco: Quér dizer que essa arma pode matar Athena, uma Deusa. Sendo assim ela deve poder matar outros Deuses como Odin! "Fala em tom de ameaça"

Hunter: Claro que sim!

Hunter rapidamente tenta desferir um golpe em Draco, mas sua velocidade se mostra muito baixa em comparação a do guerreiro Deus. Sendo que o guerreiro Deus apenas pula para traz.

Draco: Então vou lhe pedir um favor, me empreste essa faquinha, pois tenho contas a acertar com Odin!

Hunter, não acredita no que ouve do guerreiro, mas desmaia devido ao seu esgotamento físico.

Draco: Que droga, tinha que perguntar algumas coisas pra ele.

Draco pega a parte de trás do peito da armadura do santo e o arrasta a uma cabana, na mesma vivia uma jovem, que não sabia mas era a irmã de Draco.

Draco: Por favor, cuide dele, tenho algumas perguntas a fazer a este infeliz.
avatar
Pujol
CEO Empalador
CEO Empalador

Mensagens : 1249
Cosmos : 20006194
Data de inscrição : 16/02/2013
Idade : 25
Localização : 4ª Esfera: Giudecca

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aventura 2: A ambição de Alberich. Neve vermelha.

Mensagem por Thanatos em Dom Jun 02, 2013 6:42 pm





Morra Henriqueeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee!!!



Mas o quê? Onde ele está? Eu atingi aquela montanha de neve...



...e agora uma avalanche está vindo em minha direção...


...merda...


Maldito Henrique!!! Que merda foi essa que aconteceu!?


Não posso acreditar que escapou mais uma vez desgraçado assassino!!!
Não sei oque fez, mas fugiu covarde miserável!!!
"Com raiva sem entender oque aconteceu com o sumiço do Kyoto"


MAS OQUE!? Agora o Cosmo de Giully desapareceu!?


LARVENBERG!!!!


OOOOOOOOOOOAAAAAAAAAAAHHHHHHHH "Começa a queimar seu cosmo desesperadamente pulando da avalanche e indo atrás do Guerreiro Deus que lutava contra seu filho"


"A avalanche se aproxima de Mirapolos, quando o mesmo explode seu cosmo novamente como se não tivesse lutado ainda, transbordava. Possesso pela Alma do Deus da Guerra que usa a raiva de Mirapolos para controla-lo faz com que o Santo de Touro vá atrás do Guerreiro Deus Larvenberg a toda velocidade"





Enquanto isso no Santuário....


Athena-sama....


Aquele homem levou a adaga consigo, isso pode cair em mãos erradas.


Hunter....Ele está vivo em Asgard. Temo pela vida de Odin...
Para isso chamei uma pessoa para que nos ajudasse temporariamente mesmo que não queira usar sua Armadura.



Oque está dizendo Athena-sama?!


Com sua licença, Saori.


Não pode ser.....Este homem!
Está vivo!



Ikky....Você veio, estou feliz!
Ajude os Cavaleiros em Asgard, muitos cosmos sumiram..



Mas eu quero que você, Ikky...Observe a movimentação daquele cosmo que sentimos.
Esse cosmo está se escondendo de nós, sinto uma coisa terrível está por vir!



Sim, Saori. Estou indo a Asgard!
Por Cegueta, matarei todos os miseráveis que aparecerem em meu caminho!



Me retiro.


Ikky de Fenix!


Não, há só Ikky, Tiomno. Todos eles sempre lutarão enquanto estiver ameaçada a paz na terra.
Hyoga, Shiryu também lutarão!



Isto é uma grande noticia, mas ainda me preocupo com o Santuário, Athena...


Não pode ser....Esse cosmo que vem da Casa de Aries! Um cosmo negro totalmente avassalador!
HADES!



Tiomno, leve-me até a casa de Áries!


Ma-mas Athena-sama?! Oque pretende!?


Hades não entraria dentro do Santuário novamente, em outras Guerras ele ja cometeu esse erro não cometeria denovo, o Deus do Submundo quer conversar, Tiomno... "Athena pega seu baculo"


Entendo. Mas estaremos prontos para um ataque!
Vamos, Athena-sama!




!!! ANOTHER DIMENSION !!!



Entrada da Casa de Áries





Finalmente você chegou, Athena....


Estava ficando impaciente, quase indo pessoalmente ao seu templo.


HAAADES!!!! "Gritando fechando os punhos"


Tiomno, você devia me agradecer não é mesmo?


Pare, Tiomno....
Hades, oque quer no Santuário?!



Oque são esses spectros nos atacando? Aonde está o tratado de paz que fizemos por um Cavaleiro ter ajudado a resgatar sua vida!

Diga...Hadeeees!

============================

ASGARD



Larvenberg estava prestes a atacar Jessica e Mirapso


Só falta o casal, morreram JUNTOS! Irá para junto do seu PA..... "Larvenberg era interrompido"



Não pode ser....Esse cosmo....! Como pode!?
Derrotou os dois cosmos de espectros que estava com ele, e agora ele está....



ROOOOOOOOOOA "Chegava a toda velocidade, Mirapolos com seu cosmo transbordando uma energia estranha"


Uff, ufff, ufff, ufff....Larvenberg!! "Olhava para Tenma, Giully, Jessica e seu Filho por ultimo"


PAGARÁ CAROOOOOO MALDITO!!


Mas este insolente ainda vive...?! Nem mesmo o Kyoto foi capaz de detê-lo? O cosmo dele aumentou, mas....mas porque ele está raciocinando!?
Maldito Ares então está contra os Guerreiros Deuses!?



PAI!
Incrível seu cosmo...Nunca o vi assim antes!
"Nota algo diferente, mas nada em especial"


MIRAPOLOS!




!!!!!!!!!!!! GREATESTO HOOOOOOOOOORN !!!!!!!!!!!!



"Uma grande rajada de cosmo ia até Larvenberg, Mirapolos usou seu Greatest Horn diretamente em um alvo concentrando ainda mais o poder do golpe, será o fim de mais um Guerreiro Deus? Oque acontecerá com Mirapolos!?"


Impossível, que brincadeira é esta!? Essa cosmo energia!?

=================================

"Nas espreitas rondava o Cavaleiro perdido, Altar"


HahhahaHAHahaha...Finalmente, meu pai....


Finalmente despartas-te o seu lado verdadeiro!
Juntos dominaremos o Santuário papai! E restabelecemos a ordem neste mundo corrupto!



Sinto que mais um Cavaleiro de Ouro chegou a Asgard.
Esses Guerreiros Deuses estão dando trabalho para os Cavaleiros....



Tolos andam por aí como ninguém os estivem vendo...
E você também Donar, oque pensa em fazer com aquele preso?!




Continua...



Última edição por Taurus no Mirapolos em Sex Jun 07, 2013 2:29 am, editado 2 vez(es)
avatar
Thanatos
Garanhão Coronas
Garanhão Coronas

Mensagens : 1146
Cosmos : -78991476
Data de inscrição : 12/02/2013
Idade : 31
Localização : Grécia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aventura 2: A ambição de Alberich. Neve vermelha.

Mensagem por Pujol em Dom Jun 02, 2013 9:15 pm

Hades: Petulante como sempre, não é Athena?

Athena: Não é você que veio até aqui!

Tiomio: Pare de enrolação e fale logo crápula maldito. "Fala com convicção enquanto estava ao lado de sua deusa"

Hades desaparece e reaparece instantaneamente a na frente de Tiomio, colocando seu indicador na testa do cavaleiro.

Hades: Isso é jeito de falar com quem ainda lhe mantei neste mundo? Você não sabe que esse corpo ainda não se desfez por que não decidi por isso!

A pele de Tiomio começa a envelhecer rapidamente, quando Hades faz a situação parar e retoma o lugar que estava calmamente.

Hades: Não vim para brincar de matar ou não esse fantasma que assola o planeta, apenas para conversar com vocês.

Athena: Fale Hades, estou lhe ouvindo, mas não machuque Tiomio.

Hades: Athena, encurtando a história, dois rebeldes em minhas tropas armarão essa situação sem meu consentimento, vim falar com você por dois motivos, um deles é esse.

Athena: Dois motivos quais seriam.

Hades: Um deles são estes rebeldes, quero que os matem e os esmaguem, pois não vou revive-los.

Athena: Eles são seus subordinados, por que você não faria isso? E porque eu te ajudaria?

Hades: Favores mútuos, mate-os e eu garanto que eles sejam presos no pior lugar do meikai, pelo espectro mais leal que tenho.

Tiomio: Maldito, queres que façamos o trabalho sujo para que não tenha que sujar sua espada! "Fala irritado"

Hades: Olhe como fala comigo, você é apenas um mortal, enquanto eu sou o deus da morte e da escuridão, não atice mais ainda a vontade que tenho de te carregar para o Tártaro. "Hades demonstra um cosmo ainda mais sombrio do que já possuía, deixando Tiomio assustado com o novo poder do inimigo ou aliado"

Athena: Hades, pare você mesmo disse que veio para conversarmos.

Hades: É verdade Athena, cumprirei minha palavra, agora o assunto mais importante de todos é referente a Asgard.

Athena: Prossiga Hades e Tiomio, fique em silêncio. "Athena via que o Deus e o Mestre do Santuário estavam a ponto de lutar, ela tinha medo do que poderia acontecer a Tiomio tendo em vista o atual poder de Hades"

Hades: Temos um pequeno problema em Asgard, os guerreiros Deuses de Odin e Loki, não tenho simpatia pela existência deles e a guerra entre vocês demonstra que eles não iram poupar esforços para te matar. "Fala com enfase a ultima frase"

Athena: Odin é um Deus generoso e sábio, ele não iria fazer isso, mas loki, ele é um inimigo da vida, oque você sugere Hades?

Hades: Cooperação, talvez atacar por ambos os lados, essa guerra seria terminada em um dia se não menos.

Athena: E os aldeões que vivem perto daquele castelo oque iria acontecer com eles? "Fala demonstrando preocupação"

Hades: Eles.... "Começa a falar com cinismo"

Tiomio interrompe Hades e volta ao assunto anterior, não suportava a ideia de poder se aliar a Hades, mas não perderia a oportunidade de atacar o ego do Deus.

Tiomio: Vejo que decaiu Hades, não tens nem mais o controle de seu exército. "Fala em tom irônico"

Athena: Pare Tiomio.

Hades: Vejo que é inútil tentarmos conversar Athena, sendo assim, volto ao meu antigo plano, matarei a todos vocês, mas não agora. Hades fala com cinismo extremo, a tal ponto que era estranho ver ele falar assim"

Hades aponta seu dedo para Tiomio.

Hades: Sabes oque é a habilidade de oráculo, não é Tiomio? Mesmo que não saiba, está é uma pequena profecia para você e Athena. "Demonstrava um poder ainda maior do que sua presença demonstrava"

Athena: Não me digas, que você herdou está habilidade de Cronus?

Uma pequena redoma de cosmo, se ergue envolta dos três, mostrando certas imagens de mutilações acontecendo no santuário.

Hades: Você morrerá nas mãos de um de se seus preciosos cavaleiros, Mestre do Santuário, Não será uma morte fácil, pois quem irá fazer isso lhe destruirá por completo.

Hades se virá para Athena.

Hades: E você, não aceitou minha proposta, então sentirá algo ainda pior, a próxima guerra santa acontecerá e você terá que provar na pele o poder de meus novos lacaios e morrerá em minhas mãos! Hahahaha "Ria frenética mente enquanto seu cosmo aumentava"

Um cosmo sombrio é sentido de dentro de Hades, enquanto a imagem dos Titãs, que a muito tempo estavam adormecidos no Tártaro aparecia na redoma, as mesmas mostravam duras batalhas entre santos e os antigos monarcas do planeta.

Tiomio: Não me diga que você..

Hades interrompe o mestre do Santuario.

Hades: Seu tolo, é claro que eu invadi o Tártaro e absorvi a única entidade que abalava meu domínio sobre o Meikai, Erebus, agora eu Hades, sou a escuridão em sua verdadeira forma!

Tiomio parte em direção a Hades, utilizando alguns dos selos feitos com o sangue de Athena em seu corpo, o mesmo queria evitar esse futuro desolador para Athena e seus cavaleiros.

Tiomio: Morra Hades, Galaxian Explosion!

Uma explosão é feita na palma da mão de Tiomio, enquanto Hades apenas levanta sua mão e sua palma colocando a mesma de frente para o golpe, sem Tiomio perceber seu golpe é absorvido pela mão de Hades, enquanto o mesmo o expele de sua palma em cima do cavaleiro, que cai no chão muito ferido devido ao golpe que utilizou. Athena vai em direção a Tiomio, segurando o mesmo em seus braços.

Athena: Pare Hades ou te matarei aqui!

Hades: Você me matar? Agorá você não tem este poder Athena, mas de qualquer modo, não vim te matar, sua hora é mais a frente, deverás sofrer muito antes de morrer.

Hades levanta sua mão e canaliza seu cosmo, de forma gigantesca em seus dedos, transformando os mesmos em sinais e os atirando em Athena e Tiomio.

Hades: Chame isso de marca do diabo, pois é ela que marca sua profecia.

Trevas invadem a casa de Áries e se materializam em volta de Hades.

Hades: Em alguns anos nos veremos de novo e lá será sua morte Athena.

Hades some, deixando os dois perplexos.

Tiomio: Oque foi isso Athena-sama? Por que ele não nos atacou com todas suas forças, pois o poder dele está muito acima do que era antes.

Athena: Acredito que ele tenha tentado fazer uma aliança, mas por que e o mais importante agorá é não podemos deixar suas profecias acontecerem! "Fala com firmeza"

Athena: Embora que duvido que derrotaríamos ele em um combate direto, pois o poder de Erebus mais o dele, um dos três grandes do olimpo e o Deus primordial, isso será problemático. "Pensa"
avatar
Pujol
CEO Empalador
CEO Empalador

Mensagens : 1249
Cosmos : 20006194
Data de inscrição : 16/02/2013
Idade : 25
Localização : 4ª Esfera: Giudecca

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aventura 2: A ambição de Alberich. Neve vermelha.

Mensagem por Aiacos em Seg Jun 03, 2013 10:39 pm

=================================================================

"Enquanto isso, no vilarejo de Khambalia, em meio às cordilheiras Atlas, ao norte da Argélia..."



"Um poderoso choque de cosmos acontecia."



- Rikudo Rinne! Ciclo das seis existências!! "Aproveita a distração de Atavaka, e lança seu golpe sem que o espectro pudesse esboçar alguma reação."




- Droga...esse golpe... "Atavaka reclama com raiva, ao ser envolvido por luzes pelo golpe de Ambar."




- Desapareça, espectro maldito! Para sempre! "Virgo fala com firmeza, enquanto explode seu cosmo de luz."



"O ataque atinge Atavaka em cheio."



"E um violento clarão toma conta do local."



"Impressionante. O poder dele cresceu de uma forma esmagadora. Desde que eu o conheci há anos, quando menino, nunca imaginei que ele pudesse deter um cosmo dessa magnitude." "Pensa consigo, enquanto clarão toma conta do lugar."



"A luz chega até o céu."



- Agora ele não irá mais nos perturbar..."Fala olhando para os céus."




"Khambalia elevava seu cosmo de forma brusca, surpreendendo Ambar."




- Khambalia...você está bem?? "Pergunta se aproximando do seu antecessor."




- Sim, eu estou ótimo..."Fala normalmente, olhando para Ambar."



- Como isso é possível?? Atavaka retirou seus sentidos! "Fala desconfiado, ao notar que Khambalia estava incólume."



- De fato, ele tirou...mas pude recuperá-los facilmente..."Esboça um sorriso."




- Ao elevar seu cosmo ao limite, tudo é possível...eu recuperei os meus sentidos graças a uma nova barreira que já quebrei há tempos..."Surge uma imagem atrás de Khambalia."



"A imagem de vários deuses egípcios, como Ósiris, Anubis, Rá, dentre outros."



- Esse é o oitavo sentido..."Esboça um sorriso de satisfação."



- Oitavo sentido? "Pergunta intrigado."



- Isso mesmo, meu jovem. Alcançando esse novo limite, superamos muitos obstáculos que nos são impostos. "Continua concentrado, elevando seu cosmo."



- Espero um dia poder alcançar e superar essa barreira. Desejo isso para lutar por aqueles que confiaram em mim! "Se aproxima."



Khambalia, nós podemos prosseguir com a missão?
"Pergunta educadamente ao seu antecessor, se aproximando do mesmo."




- Não seja ingênuo Ambar...você acha que realmente derrotou aquele espectro com esse golpe? "Pergunta seriamente para seu sucessor."



- Como assim?? "Responde intrigado."



- Já enfrentei aquele espectro, e posso lhe assegurar que isso não foi o suficiente para derrotá-lo. "Responde seguro de si."



"Eis que o espectro surge dos céus."



- Não pode ser..."Fala surpreso."



- Seu tolo! Pretendia me derrotar usando um golpe daquele nível? "Surge diante de Ambar, esboçando um sorriso sádico."



"Khambalia estreita seus olhos, observando os dois atentamente."



- Maldito, não pense que isso acabou..."Fala com raiva, encarando Atavaka."



- Khambalia, fique com o Rosário, que irei cuidar desse espectro decano! "Entrega o rosário das 108 contas ao seu antecessor."



- Eu irei me apossar desse Rosário, e irei destruí-lo! Acabarei com o plano de vocês! "Fala cruzando seus braços, desafiando Ambar."



- Tente se puder! "Desafia o espectro, encarando-o."



"Enquanto isso, Khambalia começa a elevar seu cosmo, para consertar o rosário."



- Desapareça, espectro maldito! "Explode seu cosmo de luz, atacando Atavaka."




- Cale-se moleque! Você já encheu o saco! Vou tomar a sua alma! "Vocifera, explodindo seu cosmo, lançando várias rajadas negras de trevas."



"Os dois golpes se colidem com violência."



"Devastando todo o local à sua volta."



"A poeira começa a se dissipar, revelando a destruição do vilarejo."



- Maldito espectro..."Ambar encara Atavaka com ódio."



- Você ainda é muito ingênuo, Ambar..."Fala desprezando-o."



- Te mostrarei o oposto da luz...as trevas! Sei que tu sentes uma grande repulsa pela escuridão, não é mesmo? "Fala esboçando um sorriso cruel."



"Ambar encara Atavaka, sem dizer nada."



- Você irá conhecer a verdadeira escuridão, Virgo! "Explode seu cosmo agressivamente."



"Ambar, tome cuidado! Não subestime-o." "Pensa consigo, enquanto concentra seu cosmo no limite."




- Sinta o poder das trevas!! "Explode seu cosmo ao máximo."



- Que cosmo poderoso..."Fala impressionado."



- Resplendor dos desesperados! "Várias imagens se materializam atrás de Atavaka. Eram milhares de rostos de almas penadas, gritando desesperadas."



"Milhares de almas começam a rodear o local, tomado pela escuridão."



- Cuidado!!! "Tenta em vão avisar Ambar."




"As almas dos desesperados avançam com tudo pra cima de Virgo."



- Argh...que poder...as almas...estão perfurando meu corpo...gasp..."Fala impressionado."



"Ambar cai no chão, sendo atingido pela técnica de Atavaka."



- Esse moleque é patético...e pensar que tive que usar esse golpe para matá-lo..."Fala cantando vitória."



- Não tão rápido, Atavaka! Preste atenção! "Fala sem olhar para o espectro."




- Mas o quê?? "Arregala os olhos, virando-se para trás."



- Está com presa, Atavaka? Mal começamos a lutar..."Para a surpresa do espectro, Ambar já estava de pé, e desafia o espectro."




- Maldito!! Vou acabar com você!! "Explode de raiva, gritando contra Ambar."



"Ambar realmente está muito poderoso. Mas ainda assim, precisa se esforçar mais!" "Khambalia pensa consigo."




- Errado! Eu é que irei acabar com você!!! "Explode seu cosmo."




- Rendição Divina!!! "Explode seu cosmo de luz."




- Insolente...jamais conseguirá sobrepujar o poder das trevas!! "Explode seu cosmo negro."




- Tesouro do Inferno!! "Explode seu cosmo, contra-atacando."




"Os dois ataques se chocam."



"Uma explosão gigantesca pulveriza o restante do vilarejo."



- Droga...estão lutando em igualdade de condições...até quando essa luta irá se manter equilibrada? "Pergunta-se, visivelmente preocupado."




- Bem...parece que o seu poder das trevas não é grande coisa..."Fala provocando Atavaka."




- Cale essa boca Virgo. Já que faz questão, irei usar meu golpe final em ti. Sinta-se honrado. "Fala enquanto senta-se sobre uma pedra."



- Então é bom se preparar, pois irei atacar com todas as minhas forças! "Fala determinado."




- Hahahaha...meus parabéns por ter esse privilégio...receba Virgo...o ataque supremo! "Fala tranquilamente, enquanto seu cosmo violento começa a transbordar."



- Esse cosmo...como pode? Ele ao mesmo tempo que está tranquilo, emana um cosmo agressivo e poderoso..."Fala analisando seu inimigo."




- E assim, a nossa história chega ao fim..."Fala com um olhar intimidador."




- Chaosphobia!! Caosfobia!! "Explode seu cosmo, invocando inúmeros espíritos de demônios amaldiçoados, semeando o caos por onde passavam."



- Argh...maldito..."Ambar contorce-se com dores."



"Ambar é tragado para o mundo dos mortos através da técnica."



"O cavaleiro de virgem cai em queda livre."



"Caindo para dentro do abismo do Yomotsu Hirasaka."



"Enquanto estava em queda livre, sem poder reagir, Atavaka agarra Ambar de Virgo."



- Argh...maldito...por que não deixou eu cair no Meikai? "Pergunta sem fôlego."




"Atavaka para diante de Ambar."



- Já te disse Virgo, eu irei absorver a sua alma! "Fala com um olhar maníaco."



- Ahh...ah...droga..."Fala visivelmente cansado, não conseguindo reagir ao golpe do espectro."



- Sua alma será uma bela aquisição, com ela, ficarei mais forte! "Fala encarando Ambar."



- Maldição...não consigo reagir...esse...é meu fim? "Pergunta-se incrédulo."



- Seria uma pena jogá-lo ao Meikai...você não possui o oitavo sentido. De qualquer forma, eu farei com que você sofra, moleque maldito..."Fala com raiva, encarando-o."



- Ahhh...aaaaahhhhhh...ahhh..."Começa a agonizar, sentindo uma queimação por todo seu corpo. Era a sua alma sofrendo dilacerações, prestes a ser removida e devorada."



- Ah? O que diabos está acontecendo? "Por um instante, Atavaka fica desnorteado."



- Esse cosmo...é você! "Fala surpreso."



"Khambalia vai pessoalmente ao Yomotsu Hirasaka, através de seu poderoso cosmo, e para diante dos dois, interrompendo Atavaka."



- Sinto muito, mas não podia permitir que você matasse esse jovem..."Fala tomando a frente."




"Khambalia segurava o rosário das 108 contas em uma das mãos."



- Ele trouxe o rosário..."Fala com dificuldades, enquanto é exprimido pelos braços de Atavaka."




- Seu maldito! Sempre me interrompendo!! Vou acabar com você de uma vez por todas! "Grita a plenos pulmões."



"Ambar aproveita o momento de distração de Atavaka, e se solta dos braços de sua surplice, saltando sobre o Yomotsu, longe do abismo.



- Lamento, mas jamais permitirei que você conclua seus planos, Atavaka! "Fala enquanto lágrimas saiam de seus olhos."



- Sofra com minha técnica! Inundação do Nilo!! "Explode seu cosmo, atacando o espectro."



"Bilhões de gotas de águas começam a se juntar rapidamente."



"Criando a ilusão que rodeia Atavaka."



- Aaaaarghhhh...maldito..."Agoniza, como se estivesse se afogando."



- Que técnica impressionante..."Estava impressionado com o golpe de Khambalia, observando-o atentamente."




- Maldito, você passou dos limites!! "Explode seu cosmo brutalmente."



"Causando uma grande explosão no local."




- Não pode ser...ele consegue se desvencilhar de todas as ilusões possíveis..."Fala surpreso."



- Pois bem, irei acabar com essa luta agora! "Fala determinado."



- Seu idiota...você não acabou comigo daquela vez, e não é agora que irás me derrotar! "Esboça um sorriso sádico."



- Estás enganado. Nunca usei meu golpe máximo. Esse é o meu grande triunfo!! "Grita enquanto explode seu cosmo de luz, surpreendendo a todos."



- Julgamento dos Mortos!!! "Explode seu cosmo ao extremo, materializando uma imagem do antigo Egito."



- Aaaaaaaaahhhhhh..."Solta um urro de dor, sendo dominado pelo golpe de Khambalia. Sua surplice sofre avarias."



"Surge a imagem do deus Osíris, que fará a pesagem do seu coração contra uma pluma."



"Do outro lado, surge um demônio bestial, o Ammit, que sai correndo em direção a Atavaka."



- Vamos ver qual será o seu destino, Atavaka. Se você é digno de ir ao Sheket-Aaru, o que duvido muito, ou se você será alimento para Ammit. "Fala enquanto observa o espectro agonizando."



"Ambar observa a técnica atentamente, sem se mover."



- Pois bem, é hora do veredito!! "Estende a mão para cima, prestes a concluir a técnica fatal."




"Eis que para a surpresa dos dois virginianos, milhares de almas amaldiçoadas tomam conta do local, interrompendo o julgamento dos mortos."



"O espectro eleva seu cosmo ao máximo. As almas começam a rodear por todo o local, desfazendo o golpe de Khambalia."



"Khambalia observa, sem se impressionar com o feito de Atavaka."



- Seu filho da puta! "Fala com ódio."



- Vai pagar caro por isso! "Grita enquanto eleva seu cosmo ao limite. O oitavo sentido já não era mais um empecilho para Atavaka há tempos."



- Droga...esse cosmo..."Fala visivelmente preocupado."




- Não pode ser...Atavaka também domina o oitavo sentido? Isso explica muita coisa! "Fala Ambar, pensativo."



- Vou acabar com vocês, humanos insignificantes! Desapareçam na imensidão das trevas!! "O local é tomado por uma infindável escuridão."




"A escuridão começa a cobrir os céus."




"As almas amaldiçoadas começam a urrar, num ar macabro e assustador."




- Não pense que és o único a dominar as almas dos mortos. Acabarei com essas almas putrefatas! "Fala determinado."




"Ambar eleva agressivamente seu cosmo."




- Mas o quê? Não é possível..."Fala incrédulo."



- Não se preocupe, é só um humano insignificante. "Responde sobrecarregado de sarcasmo para Atavaka."



- Tenkuuhaja Chimimoryo!!!"Explode seu cosmo, contra-atacando Atavaka."



- Você não irá deter as minhas almas! "Grita vorazmente, enquanto materializa seu golpe."



- Resplendor dos desesperados! "Invoca centenas de almas amaldiçoadas contra o golpe de Ambar."



"Um violento impacto assola o Yomotsu, com o choque de milhares de almas."



"As almas são pulverizadas com o impacto de ambas as técnicas."



"Desaparecendo numa violenta explosão, formando um clarão."



- Sem sombras de dúvidas, Ambar evoluiu bastante...mas mesmo assim, não pode gastar cosmo em vão...senão poderá perder essa batalha..."Analisa a situação de forma crítica."




- Maldito!! "Fala inconformado."



- Você não é único que é capaz de manipular espíritos malignos!"Olha determinado para o espectro."




- Hahahaha...você é ingênuo...não percebeu ainda? "Fala enquanto encara Ambar."




- Argh...droga..."Solta um gemido dolorido."




- Como eu imaginava! Você gastou muito cosmo com esses ataques, e agora não lhe restam forças para prosseguir a luta..."Fala enquanto cruza seus braços."



- Droga...era o que eu temia..."Visivelmente preocupado."




- Para mim, que absorve as almas para se fortalecer, nunca é cansativo lutar. Afinal, se eu sentir fraqueza, basta invocar os espíritos dos mortos direto do Meikai, e absorvê-los, recuperando totalmente meu poder. "Atavaka revela seu segredo."



- Desde que despertei como um espectro, sempre tive o dom de manipular as almas dos mortos, podendo absorvê-las e assim, ficar mais poderoso. "Relembra o dia em que virou espectro."



- Então é isso...uf..uf...mas de nada adianta...uf...vou acabar contigo de uma vez...uff...por todas... "Fala ofegante, visivelmente cansado, cheio de feridas."



- Droga...preciso me apressar...estou sem forças...mas...preciso fazer isso..."Fala preocupado."




- Preciso terminar de restaurar o rosário logo..."Continua elevando seu cosmo."



"Aguente firme, Ambar..." "Eleva seu cosmo ao máximo, se focando no Rosário das 108 contas."



- E como vai fazer isso, estando nesse estado? "Esboça um sorriso sádico, encarando Ambar."



- Você verá, Atavaka! "Fala determinado, dando uma olhada de relance para trás, observando Khambalia, que restaurava o rosário."




- Tolo, não permitirei que tente mais nada! "Eleva seu cosmo novamente."



- Desapareça!!! "Avança pra cima de Ambar."



"Atavaka agarra o cavaleiro de ouro."



"Novamente a alma do cavaleiro de ouro volta a sofrer dilacerações. Mais feridas passam a aparecer pelo corpo de Virgo."



- Oooooaaaahhhh..."Khambalia explode seu cosmo ao máximo."




"O rosário das 108 contas estava restaurado! A imortalidade dos espectros voltou a ser coisa do passado."



- Maldito sejas, Khambalia!! "Grita com ódio."



- Não vou permitir que você mate esse jovem! "Fala determinado."



- Então morra junto!! "Vocifera."



- Preste atenção, Ambar...é agora ou nunca!! "Esboça um sorriso para o jovem dourado."



- Vamos atacar juntos!
"Fala com ódio, ainda preso nos braços de Atavaka."



- Receba essa técnica!! Explosão de Fogo do Infernooo!! "Explode seu cosmo, materializando chamas poderosas que avançam contra Atavaka."



"O local fica repleto de chamas."



- Tsc...acha que meras chamas infernais irão me atingir? És mais burro do que eu imaginava! "Fala desprezando Khambalia."



- Ooooaahhh..."Atavaka explode seu cosmo ao máximo, extinguindo as chamas infernais, e causando uma violenta destruição ao seu redor."




- Isso foi só uma distração..."Fala sem se mover."



- Como é que é?? "Atavaka fala surpreso."




- Hehehehe, és muito burro, Atavaka! "Khambalia debocha do espectro, enquanto uma forte luz dourada passa a iluminar tudo."




- O quê? "Fala surpreso."



"Eis que Atavaka nota Ambar de Virgem, elevando seu cosmo bruscamente, aproveitando a distração do espectro."




- Como podes ver, Atavaka, não és mais o único aqui que domina o oitavo sentido! "Fala esboçando um sorriso."




- Maldito, Ambar alcançou o oitavo sentido?? "Indaga-se."




- Agora é tarde demais, Atavaka..."Fala levantando-se."



- Maldito moleque!! "Contra ataca, partindo pra cima de Ambar com tudo."




- Ambar!! Cuidado!! "Grita em polvorosa."



"Eis que..."



- Nãoooooo..."Grita apavorado."



"Khambalia é transpassado por Atavaka, bem em seu coração, ao se jogar na frente de Ambar, salvando a vida do jovem dourado."




- Maldito! Sempre se intrometendo nas minhas lutas!!! "Fala com ódio."



- Acabe logo com esse maldito..."Encara Ambar seriamente, sem expressar nenhuma dor."



- Suma da minha frente!!! "Agarra Khambalia moribundo com seus braços, arremessando-o para longe."



"O ex-cavaleiro de Virgo cai ao chão."



- Enfim esse maldito morreu...só falta você...e dessa vez ele não irá ajudá-lo..."Fala encarando Ambar de Virgo."



- Desgraçadooooooo!!!! "Grita com muita raiva. Começa a sangrar mais, por causa dos ferimentos e principalmente devido ao esforço em queimar seu cosmo ao máximo."



- Não adianta, por mais que tentem, jamais conseguirão! Tudo que lhe resta é a morte!! "Explode seu oitavo sentido ao máximo. Milhares de almas surgiam."



"Os rostos começam a entrar em chamas."



- Maldito...você me tirou tudo!! "Ambar começa a derrubar lágrimas."





- Mandou os espectros e os marcianos destruírem meu vilarejo...



- Ao vê-los destruírem minha terra natal, fiquei possesso e perdi o controle, matando meu pai por sua causa...




- Matou a minha amada mãe...



- Matou aquele que salvou minha vida...



- Minha terra natal, e todos aqueles que eu conhecia ficaram no passado..."Se relembra do seu vilarejo em chamas, destruído pelos espectros."



- Eu preciso matá-lo! Não conseguirei viver enquanto souber que estás vivo!! "Explode seu cosmo grandiosamente, em um olhar de puro ódio e cólera."



"O local é coberto por uma forte luz branca, tamanho era o brilho do cosmo de Ambar."




- Você também fará parte desse triste passado! Irei varrer sua existência para sempre, em todos os mundos possíveis!! "Explode seu cosmo negro como o ébano."



"Uma imagem medonha surge por trás de Atavaka. O espectro havia chegado ao seu limite."



- Morraaaaa..."Atavaka explode seu cosmo ao máximo."



- Quem irá morrer é você, Atavaka!!! "Explode seu cosmo ao máximo."




"Atavaka avança com tudo pra cima de Ambar de Virgo."




"Ambar nada fala. O jovem dourado emanava um cosmo muito acima do normal. Uma nova barreira havia sido quebrada. O limite parecia não mais existir!"



- Desgraçado...de onde conseguisse toda essa força?? "Fala incrédulo."



- É por que carrego comigo os ideais daqueles pelos quais morreram lutando pelo que acreditavam...por aqueles que depositaram suas confianças em mim..."Fala determinado."




"Todo o cosmo de luz que emanava grandiosamente se concentra numa esfera luminosa. Ambar concentra todo seu cosmo em suas mãos."



- Tesouro do Céu!!! "Lança a sua técnica suprema, a queima roupa contra Atavaka."




- Oaaahhhhhh..."É atingido em cheio."



- Desapareça!! "Grita furiosamente."




- Maldito moleque...eu...não creio...fui derrotado...por esse maldito...argh..."Atavaka é envolvido por uma forte luz branca, sendo derrotado por completo."



"Atavaka é pulverizado, desintegrando-se totalmente."



"Ambar permanece imóvel, diante do grande clarão."



"Uma violenta explosão assola o local."

==================================================================


Última edição por Garuda no Aiacos em Qui Jun 06, 2013 12:36 pm, editado 15 vez(es)
avatar
Aiacos
Berseker
Berseker

Mensagens : 1493
Cosmos : 20009201
Data de inscrição : 03/02/2013
Idade : 27

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aventura 2: A ambição de Alberich. Neve vermelha.

Mensagem por Thanatos em Qua Jun 05, 2013 10:00 pm





Em algum lugar próximo ao palácio Vallhala figurava aquele homem que foi salvo por um Cavaleiro de Ouro, o Guerreiro Deus de maior coração, Donar. Neste local haviam as prisões de gelo para assassinos, traidores, ladrões...Mas havia uma diferente...uma feita pelo proprio poder do Deus Odin, para que nenhuma criatura abominável pudesse sair de lá! Donar se aproximava desta sela especial onde somente o poder de um Deus poderia quebra-la.

...


Hunf...hunf...
Enfim...A grande sela!
"Branda Donar, chamando a atenção de uma pessoa que se encontrava dentro da sela"




Vamos, traidor....Apareça de ante os meus olhos!



Não me faça pedir duas vezes...Estou sem tempo!



O que você quer? "Revela-se o preso, era Midgard"



Vamos, não fique chateado depois da surra que levou. "Donar lembra da luta entre os dois quando interceptou Kiwill se comunicando com o santuário"


Vim aqui para conversar....



Conversar? Ahnah... Eu pude sentir a sua derrota vergonhosa para Malakh!



Muito bom, Midgard. Este homem salvou minha vida para provar suas palavras durante nossa luta quando conversava com o Santuário.


Eu irei acreditar nos Cavaleiros, e em Athena, Midgard. E você acredita em quem!?



Donar....Cada minuto que se passa sangue é derramado. Não conseguiu sentir?
Varios Cavaleiros ja foram mortos nesta batalha, devemos nos juntar aos Cavaleiros e deter Alberich!




Alberich?



Sim....Alberich, eu acho que este homem que está por trás de tudo....comandando os Guerreiros Deuses que treinaram arduamente todos esses anos e os levando para a morte. Não é mesmo, Donar?



Desgraçado, arrancarei a sua cabeça e darei ela a Loki!



Loki? Você está mesmo desenformado Donar de Phecda! "Branda Kiwill"



Oque está dizendo!?



Quem você acha que sumiu com Odin? Porque Alberich está no controle?
Por que achas que o poder de Alberich é diferenciado dos outros Guerreiros Deuses?
Por que apenas os Guerreiros Deuses filhos de Odin estão lutando?



Donar.....



Você está insinuando que Loki matou meu pai!?


Isso é um absurdo! "Fala revoltado"




Não adianta se lamentar, junte-se aos Cavaleiros Donar!



Eu irei direto para o palácio, e nada poderá me deter neste momento!


Mas antes eu lhe tirarei desta coisa horrorosa onde nunca mereceu ficar!



É impossível somente um Deus pode abrir está sela!



Em mim corre o sangue de um Deus, o sangue de meu pai e ele estará comigo nesta hora!


VEJA!



!!! MJOLNIR HAMMER !!!


"As grades da prisão eram destruidas com facilidade"




Vamos, Kiwill!
Avise seus amigos, eu estarei indo na frente! VÁ RÁPIDO!




Venha comigo Donar, não faça loucuras!



Se você não sair da minha frente agora eu irei ataca-lo, Midgard!
AGORA VÁ, JUNTE SEUS AMIGOS E VÃO A VALLHALA!




Donar, você não será esquecido.... "Kiwill pressente algo ruim, mas deixa o Guerreiro Deus para trás e parte atrás dos Cavaleiros"



Ainda bem que foi embora, parece que ele está vindo para cá...
Se oque este homem falou foi realmente verdade!




Irei mata-lo, miserável!
Posso senti-lo, vindo a toda velocidade....
"Prevê um inimigo chegando"



DOOOOOOOOOONAAAAR!!!!




Gggrrrrff.....
Loki....!!!!! " Fala forçando os dentes "




Continua....




Última edição por Taurus no Mirapolos em Sex Jun 14, 2013 3:30 am, editado 1 vez(es)
avatar
Thanatos
Garanhão Coronas
Garanhão Coronas

Mensagens : 1146
Cosmos : -78991476
Data de inscrição : 12/02/2013
Idade : 31
Localização : Grécia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aventura 2: A ambição de Alberich. Neve vermelha.

Mensagem por Aiacos em Qui Jun 06, 2013 12:04 am


================================================================

"A violenta explosão dá lugar a uma enorme destruição..."



"Eis que uma grande cortina de fumaça se espalha. Ambar havia voltado para o vilarejo de Khambalia."




"O vilarejo estava destruído. Ninguém havia sobrevivido para contar a história."



"Ambar estava com a sua mão estendida, segurando o rosário das 108 contas, totalmente restaurado."



"Eis que as primeiras contas mudam de cor."



- Pelo visto, a conta correspondente a Garuda não mudou de cor..."Repara ao contar o número de espectros mortos: 7."



- Esse maldito kyoto escapou. No fim de contas, se não fosse por Khambalia, eu estaria morto, e o exército de espectros seria imortal por completo, deixando Athena sem chances..."Fala analisando a situação."



- Khambalia...me perdoe..."Se lamenta."



- Tsc...vai ficar se lamentando? "Khambalia aparece diante de Ambar."




- Você está vivo!! "Fala surpreso."




"Eis que Ambar presta mais atenção, e nota que não haviam sinais de sangue ou ferimentos. Seu corpo emitia um certo brilho, denunciando que Khambalia estava morto."



- Me desculpe por não poder salvá-lo...não consegui ser forte o suficiente..."Lágrimas começam a correr pelo rosto de Ambar."




- Não diga bobagens..."Fala enquanto se afasta de Ambar."



- No fim, você foi muito forte Ambar...entendeu? Muito forte...conseguiu sobrepujar aquele que é dito como o espectro mais poderoso de Hades, e me ajudou a restaurar o rosário. "Esboça um sorriso."




- Mesmo assim, me desculpe...não consegui salvá-lo...não queria que morresse..."Fala se lamentando."



- Infelizmente esse era o meu destino...eu já estava me preparando para esse dia há anos...mas graças a você, conseguimos o grande triunfo de Athena. "Fala calmamente."




- Eu não tenho palavras para agradecê-lo...devo minha vida a você! "Esboça um sorriso, conformando-se com o destino de Khambalia."




"Eis que Khambalia começa a se desintegrar-se."



- Khambalia!! "Fala preocupado."




- Minha hora chegou...tenho um último pedido...uma ordem na verdade..."Fala enquanto suspira."



- Uma ordem? "Ambar fala surpreso."




- Por favor...proteja Athena...deixo-a em suas mãos..."Seu corpo começa a desaparecer rapidamente."



- Eu te prometo! Eu cuidarei de Athena!
"Esboça um sorriso."



- Que bom...conto com você...
"Esboça um sorriso, e então vira-se de costas para Ambar."




"Mãe...pai...Onmoitu...estou indo encontrá-los..." "Começa a se afastar de Ambar."




"Se desintegra por completo."



- Khambalia..."Lágrimas correm de seu rosto."




"Ambar fica sozinho em meio às ruínas do vilarejo."




"Talvez não tão sozinho assim."

===============================================================

"Enquanto isso..."



"No Santuário."



- Esse cosmo...não pode ser...Khambalia! "Saori fala surpresa."



- Também senti...o cosmo elevou-se ao máximo, e apagou-se por completo logo em seguida..."Fala olhando para os céus."




- Isso quer dizer que..."Fala temendo o pior."




- Sim...infelizmente Khambalia acaba de morrer... "Fala se lamentando profundamente."



"Athena começa a chorar ao sentir a morte do antigo cavaleiro de virgem."

=================================================================

"E no vilarejo de Khambalia..."



"Em meio às ruínas sem vida, uma bela flor nasce, linda e harmoniosa."

=============================================================

"Não muito distante dali."



- Adeus Khambalia..."Ambar começa a caminhar, se afastando."



"Deixando o vilarejo destruído para trás."



"Sem Ambar perceber, duas figuras ocultas observavam-o atentamente."



"As presenças se manifestam."



"Dois espectros de Hades estavam observando o desfecho final de um embate épico."



- Então, no fim de contas, mesmo sendo poderoso, Atavaka falhou miseravelmente em sua missão..."Fala esboçando um ar debochado."




- Confesso que estou impressionado Lune...o mais poderoso dos 108 espectros...ser derrotado dessa forma..."Fala inconformado."



- Ele foi incompetente. Hesitou diversas vezes, e subestimou seu algoz. E agora, o exército de Hades perdeu a sua imortalidade..."Fala friamente."



- É uma situação muito preocupante..."Suspira profundamente."



- Maldito cavaleiro de virgem..."Fala com raiva."



- Mas não há o que se preocupar. Hades-sama irá atacar aquela vadia. Destruir o Rosário não será nenhum empecilho... "Fala seguro de si."




- Sem sombras de dúvidas...hahahahaha..."Ri sadicamente."




- Vamos embora, temos que voltar ao Meikai. "Lune e Myu desaparecem do local, sem deixar vestígios."

=============================================================

O que irá acontecer? Não percam o próximo episódio.

_________________

“Nada é mais justo na vida do que a própria morte. Não importa a cor da sua pele, não importa a profissão exercida, não importa a crença acreditada, não importa aonde nasceu e tampouco de onde veio. Todos, sem exceção nenhuma, irão voltar à terra, para apodrecer e servir de alimento aos vermes.”
avatar
Aiacos
Berseker
Berseker

Mensagens : 1493
Cosmos : 20009201
Data de inscrição : 03/02/2013
Idade : 27

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aventura 2: A ambição de Alberich. Neve vermelha.

Mensagem por Myu de Papillon em Qui Jun 06, 2013 3:21 am



"Enquanto isso, no Palácio Valhalla..."


Droga, a situação não está boa...


Não sinto o cosmo de Phecda...


Nagi sumiu, onde estás irmão?


Larvenberg estava em uma luta intensa a pouco, agora ele partiu em busca do filho do cavaleiro de ouro...


Dubhe... desde que saiu de Asgard para treinar, não tive mais notícias dele, será que...


Dholin partiu em uma missão no santuário da Grécia, e seu irmão Draco seguiu na sombra dele, o quê aconteceu com vocês dois?


Loki, meu irmão.... mandei Kara atrás de você, pois não sabia de seu paradeiro, a situação está ficando perigosa e você some também...


Maldição! Que merda! Os cavaleiros de Athena estão avançando Asgard adentro, onde estão vocês Guerreiros Deuses desaparecidos?


Pai, parece que a nossa "carta na manga" terá de ser usada...


Hunf, melhor não. Eu mesmo vou acabar com essa palhaçada, agora chega!


Para quê toda essa pressa? Já cheguei, agora pode ficar um pouco mais calmo.


Até que enfim, hein Loki? Resolveu dar as caras. Onde estava esse tempo todo?


Estava treinando no Ártico, quando aquela valquíria apareceu na minha frente, avisando do que ocorria em Asgard.


Voltei, e fiquei acompanhando a movimentação inimiga em nosso território.


Nesse meio tempo, aquela valquíria descobriu um segredo escondido em um daqueles cavaleiros, tenho certeza de que isso irá agradar o nosso pai.


O quê?


Ela me contou tudo, porém pediu para que eu não contasse a você, ela mesmo quer falar, logo logo ela chega.


Você estava bem desesperado, hein? Já ia apelar para a "carta na manga"... nosso pai não iria gostar disso.


Sem mais delongas, vou me retirando, irei ao campo de batalha verificar se há invasores próximos, se algum inimigo estiver nas proximidades, irei neutralizá-lo.


Eu sou um Semi-Deus, eles são meros cavaleiros, a exceção de um...


Como assim "a exceção de um"?


Isso eu deixo a cargo de Kara lhe contar, agora preciso ir, até logo.


...............

================================ Algum tempo depois....... ==========================


"A exceção de um", que segredo é esse que um dos cavaleiros de ouro esconde?"


Senhor Alberich?


Oh, finalmente apareceu Kara, estava lhe esperando, Loki me disse que você tinha algo importante para falar a mim.


Trago informações que irão lhe espantar, caro senhor.


Me espantar? Nada espanta o grande senhor desta terra, nada!


Nós Guerreiros Deuses temos o sangue divino correndo em nossas veias, cara Valquíria.


Agora desembucha, o quê você tem de tão relevante a me contar?


Vocês são semi-deuses, filhos de Loki e Odin com nativas locais, tem sangue divino...


...porém um de nossos inimigos tem junto de si a alma de um Deus, isso é preocupante.


A... a alma de um Deus? Eu exijo que me explique isso!



Um dos cavaleiros de Athena, mais especificamente o cavaleiro de Touro, Mirapolos, traz consigo a alma do Deus da Guerra, Ares, incorporada em si.


Durante a luta contra Larvenberg de Merak, essa alma começou a dominar o corpo do cavaleiro...



Porém, após a luta contra Larvenberg, surgiram dois enviados de Hades em Asgard, Kagaho de Benu e Henrique de Griffon.


"Então Griffon estava aqui novamente... aquela presença de cosmo que eu senti a pouco tempo não me era estranha..."



Ele conseguiu vencer o espectro de Benu, porém, durante a luta contra Henrique, o espírito de Ares incorporou totalmente em Mirapolos, potencializando seu poder.


A luta contra Henrique estava chegando ao seu ápice quando o tempo parou, outro espectro aparecera, seu poder era diferenciado.


Ele levara um gravemente ferido Henrique de volta ao Meikai e voltou a fazer o tempo transcorrer normalmente.


Mirapolos havia lançado um golpe em Henrique, que foi interrompido pela parada no tempo, após voltar ao normal, o golpe atingiu uma montanha, e fez com que a neve dali se deslocasse, formando uma imensa avalanche que se deslocava em direção ao dourado.


Resolvi sair dali, para me proteger da avalanche.


E o quê aconteceu depois?


Não sei, pode ser que o cavaleiro tenha morrido soterrado pela neve da avalanche...


Ele estava muito ferido, as batalhas o deixaram mal, se ele sobreviveu, deve estar a beira da morte.


Porém eu consigo sentir o poderoso cosmo de Ares, isso deve tê-lo salvo da morte.


Uma coisa é certa, Hades e seus espectros sabem da existência de Ares, com certeza estão planejando algo com base nessa descoberta.


Devemos agir rápido e neutralizar o avanço desse cavaleiro, de alguma maneira ocultando o cosmo de Ares, antes que os inimigos vindos do Inferno venham até aqui de vez, deixando a situação realmente emergencial.


Kara, eu agradeço pelas suas informações.


"É... a situação está realmente se agravando..."


Alberich, você sabe o que fazer, não sabe?


Sei muito bem o que fazer, não tenho mais tempo a perder...


Então não tenho mais o que fazer aqui, vou me retirando, caso precise de mim, estou a disposição, até.


"Pai, parece que teremos de agir juntos dessa vez, não podemos deixar esse Ares a solta por aqui...


...a fim de evitar problemas ainda maiores futuramente..."


Eu devo encontrar esse Mirapolos...


... e eliminá-lo!

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
"Alberich sai em disparada do Palácio de Valhalla em busca do portador do espírito de Ares, o cavaleiro Mirapolos de Touro. O que irá acontecer? Não percam os próximos episódios."



_________________
avatar
Myu de Papillon
Viadagem não especificada
Viadagem não especificada

Mensagens : 894
Cosmos : 11006195
Data de inscrição : 06/01/2013
Idade : 26
Localização : No seu kokoro S2

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aventura 2: A ambição de Alberich. Neve vermelha.

Mensagem por Aiacos em Sab Jun 08, 2013 2:47 pm

===============================================================================

"Enquanto isso, no Meikai..."




"Uma terrível batalha estava para acontecer no mundo dos mortos. O embate de Fênix x Wyvern estava chegando em seu momento crítico."



-O que aconteceu? Onde estão meus ferimentos?

"Pergunta-se surpreso, enquanto observa seu corpo, sem sentir dores como estava sentindo há pouco."



- Olhe ao redor. "Fala enquanto aterrissa perto de Fênix"





"Cegueta olha para o lado, intrigado."



"O corpo de Cegueta é visto a alguns metros, encravado em uma das árvores amaldiçoadas do vale."



- Então era só isso..."Estava visivelmente tranquilo."



- Você fica tranquilo, mesmo sabendo que sua alma foi removida de seu corpo, que agora jaz morto ali? "Pergunta surpreso."



- Sim Wyvern. Assim como você, eu também não temo a morte. "Cerra seus punhos, encarando o juiz em seus olhos."



- Mas não basta ser desabalado diante da morte. Há o sofrimento post mortem, e esse é o medo que reina absoluto para os humanos...o temor de sofrer pela eternidade. "Responde friamente."



- Mesmo assim, Wyvern, eu não temo esse sofrimento eterno, por que jamais passarei por isso..."Responde elevando seu cosmo."



- Como assim Fênix? Você está a um passo de arder eternamente nas chamas do inferno! "O juiz fica intrigado com a afirmação de Cegueta. Mesmo diante de uma situação crítica, nada parecia abalar o cavaleiro de bronze."



- Eu tenho a capacidade de voltar à vida e sair do inferno...com essas asas, atravessarei o universo! "Responde seriamente, enquanto seu cosmo forma uma aura dourada, que queimava incadescentemente."



- Então irei arrancar essas asas foras...e te sepultarei pessoalmente no Cocytos! "Fala furiosamente, encarando Fênix com ódio."



- Sou eu quem irá arrancar as suas asas, Wyvern!! "Responde provocando-o."



- Ooooaaah...Vôo da Fênix!!! "Explode seu cosmo, atacando com uma poderosa técnica."




"O golpe avança com tudo pra cima de Wyvern."



- Tolo..."Responde com desprezo."



"O espectro abre suas asas, e sai voando para cima, se desviando do golpe."



"Pujol aproveita e parte pra cima de Cegueta por cima."



- Droga...conseguiu desvencilhar meu golpe..."Fala com raiva. Aproveita seu elevado cosmo e prepara outro ataque."



- Oaaah...desapareça juiz maldito!!! "Lança um poderoso vortéx de chamas pra cima de Wyvern."



"Pujol usa sua velocidade e se desvia do ataque."



- Você já era..."Para frente a frente com Cegueta de Fênix."

================================================================================

O que irá acontecer com Cegueta? Conseguirá derrotar o terrível Wyvern?

_________________

“Nada é mais justo na vida do que a própria morte. Não importa a cor da sua pele, não importa a profissão exercida, não importa a crença acreditada, não importa aonde nasceu e tampouco de onde veio. Todos, sem exceção nenhuma, irão voltar à terra, para apodrecer e servir de alimento aos vermes.”
avatar
Aiacos
Berseker
Berseker

Mensagens : 1493
Cosmos : 20009201
Data de inscrição : 03/02/2013
Idade : 27

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aventura 2: A ambição de Alberich. Neve vermelha.

Mensagem por Aiacos em Dom Jun 09, 2013 2:49 am

"Larvenberg estava enfrentando os cavaleiros de bronze, matando Giully de Unicórnio, para o espanto de Mirapso e Jéssica. Quando Merak ia desferir o golpe final, eis que surge Mirapolos, possesso por Ares."



"Mirapolos encara o guerreiro deus de Merak, olho a olho, trazendo um certo desconforto para o guerreiro deus."



- Droga...esse cosmo...esse olhar..."Fala visivelmente nervoso."



- Pai...o que houve com você?? "Mirapso pergunta completamente abismado, ao ver Mirapolos naquele estado."



- Sinto um cosmo muito agressivo por trás de Mirapolos..."Fala se pondo em defensiva, desconfiada do que estava por vir."



- Larvenberg! Vim te matar, desgraçado!! "Fala com extremo ódio. Seu cosmo estava sobrecarregado de raiva e agressividade."



- Cala essa boca, seu desgraçado! Para mim basta! Vou acabar com isso de uma vez por todas!"Vocifera com cólera."



- Oooooaaaahhhhhhhh...não importa quem você seja de verdade...irei incinerá-lo até o último átomo..."Sem perder tempo, o guerreiro deus explode seu cosmo agressivamente."



"Mirapolos apenas observa em silêncio, num ar doentio e maligno."



- Desapareça...Corona´s Incineratiooooon!!! "Explode seu poderoso cosmo."



"Poderosas rajadas de chamas avançam contra Mirapolos."



- Pai, tome cuidado!!! "Avisa assustado ao ver aquele golpe devastador indo contra Mirapolos."



- Oooooaaaaaaahhhhhhh..."Explode seu cosmo, sobrepujando a técnica de Larvenberg, dominando seu fogo solar."



"Por questão de milissegundos, é possível sentir o divino cosmo de Ares."



- Não pode ser....ele conseguiu superar meu golpe...maldição..."Fala enquanto se esforça para tentar atingir o cavaleiro de ouro."



- Você não é mais um empecilho para mim, Larvenberg. "Responde friamente, enquanto anula as chamas solares do guerreiro deus com uma mão."



- Que merda...não consigo acreditar que isso esteja acontecendo..."Fala incrédulo, vendo as suas chamas desaparecem por completo."



- É inútil lutar, guerreiro deus. Conforme-se com seu destino final...tudo que lhe resta é a morte."Mirapolos cruza seus braços, enquanto uma cosmo energia esmagadora tomava conta do local."



- Isso é um absurdo...não permitirei que você me derrote! Eu, um semi-deus! Filho de Odin!! "Estava nervoso, e suava frio, enquanto observa Mirapolos, possuído por Ares."



- Oooooaaaaahhhh...Larvenbeeeeeerg!!! Vou acabar com a sua raça!!! "Explode seu cosmo, borbulhando em ódio. Novamente o cosmo de Ares é sentido por todos."




- E esse cosmo agressivo que Mirapolos está emanando? Ele está completamente diferente...aquilo está mudando-o completamente..."Jéssica sente a brusca mudança do taurino, através do agressivo cosmo divino que emanava."



- Não pode ser...meu pai está possuído?? "Fica apavorado, ao ver um outro cosmo tomar conta de Mirapolos."



- Não há sombras de dúvidas. Você é Ares, o deus da guerra..."Fala assustado, ao ver o cosmo de Mirapolos se agigantar à sua frente, sem poder acompanhar o ritmo tenebroso de seu cosmo."



- Uooooaaaahhhh..."Grita a plenos pulmões, explodindo seu cosmo divino, pronto para atacar."



- Puta que pariu!! "Arregala seus olhos."



- Desapareça, guerreiro deus! "Cruza seus braços, executando sua técnica."



- Ooooooaaahhhhh...morraaaaaa Larvenbeeeeeerg..."Explode tudo ao redor, lançando seu ataque contra o guerreiro deus."



- Droga...que cosmo esmagador...não tenho chances..."Lamenta-se, ao deparar com tamanho poder esmagador. Por ter lutado várias vezes, havia gasto muita energia e cosmo. O guerreiro deus já estava se cansando, chegando em um beco sem saída."




"Mirapolos, agora possuído por Ares, havia aumentado consideravelmente seu poder."



"O guerreiro deus começa a correr em alta velocidade, se desviando do grande chifre."



- Oooooaahhhhh...desapareça!! "Porém, sem perder tempo, Mirapolos lança um segundo ataque, logo na sequência, para anular quaisquer chances de escapatórias do guerreiro deus, visando atingi-lo enquanto esse estivesse distraído, se desviando de sua primeira técnica lançada."



- Puta merda, fudeu!!! "Fala ao ver tamanha explosão avançar com tudo pra cima do guerreiro deus."



- Idiota..."Despreza o guerreiro deus, enquanto observa o estrago."



- Aaaaahhh...nãooooooo...malditos cavaleiros de Athenaaaa..."É atingido em cheio, sendo arremessado com violência para o alto."



"Merak cai no chão, desacordado, sem condições de conter a fúria de Ares."



"Mirapso observa em silêncio a batalha entre os dois, impressionado com o que estava acontecendo com seu querido pai."

================================================================================

O que irá acontecer? Mirapolos irá matar o guerreiro deus de Merak? Não percam!

_________________

“Nada é mais justo na vida do que a própria morte. Não importa a cor da sua pele, não importa a profissão exercida, não importa a crença acreditada, não importa aonde nasceu e tampouco de onde veio. Todos, sem exceção nenhuma, irão voltar à terra, para apodrecer e servir de alimento aos vermes.”
avatar
Aiacos
Berseker
Berseker

Mensagens : 1493
Cosmos : 20009201
Data de inscrição : 03/02/2013
Idade : 27

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aventura 2: A ambição de Alberich. Neve vermelha.

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 5 de 7 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum