Coronas Temple

Aventura - Memórias do Passado: a insurreição de Poseidon.

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ir em baixo

Re: Aventura - Memórias do Passado: a insurreição de Poseidon.

Mensagem por Hunter em Sex Maio 24, 2013 2:50 pm

''após a batalha de Hunter contra os marinas,Lander e Terseu foram congelados
pelo poderoso ar frio de Vlad''

Droga como vou tirar esses idiotas dai?

imaginar Hunter olhando para o Lander

Antes de mais nada é melhor sair daqui,pode aparecer mais inimigos!
(fala virando-se e olhando para o ceu)


Seu nome é Stella certo? (fala olhando para a Amazona de escorpiao)


Err.ss.sim (fala emcabulada e um pouco assustada por Hunter perguntar seu nome)


Preciso que você chegue um pouco mais perto de mim,vou usar telescinese pra levar nós todos
para o santuario,com esses dois nesse estado preciso de um pouco mais de concentraçao



''Stella se aproxima,Hunter faz muito esforço mais consegue levar todos ao santuario''


''Stella sai andando em direçao as doze casas quando Hunter a chama e ela olha para traz em silencio''

espera Stella (diz Hunter)


Você é uma amazona de ouro tem que agir com mais frieza!na hora da batalha nao pode
a usar todo poder de começo sugiro vc estudar o adversario primeiro!



''a amazona se assusta com o concelho''
Ahhhn? Porque ele esta falando isso pra mim (Pensa)


e outra vejo que você tem duvidas no seu coraçao,nao ha sentido de lutar se voce nao tem motivo


''Hunter se vira e começa a olhar para o esquife de gelo e nao diz mais nada pra Stella,
fica um silencio no ar Stella se vira e vai embora sem dizer nada''

Você é o novo cavaleiro de aries,Nao é? (chega um home com uma urna nas costas)


Sim, meu nome é Hunter!


Meu nome é Deian Cavaleiro de ouro de leao!


Quem fez isso com esses cavaleiros?


Foi um general marina!


Droga!(fala esbravejando)

Desconsiderar a armadura

afaste-se,irei tentar usar um de meus golpes para tiralos dai!


''Deian se afasta e Hunter se prepara''


REVOLUÇAO ESTELARRRR


Mas oque é isso? (pensa espantado)


Nao fez nem um arranhao! (diz Deian Assustado)


Droga,Vai ser impossivel tira-los dai! (diz se lamentando)


Nao desista ainda temos uma chance!


Que Chance?(questiona o ariano)


A armadura de Libra!


Armadura..de Libra?


Sim,ela é a mais importante das 12 armaduras de ouro!


Ela tem 6 armas em pares! e cada uma delas possui um poder distinto!


Mas para usarmos ela precisamos da autorizaçao do Mestre!


''Derrepente a armadura de Libra aparece no local''


''os dois cavaleiros se espantam e uma voz começa a falar com eles''

Cavaleiros de Ouro estou ciente da situaçao e eu dou Autorizaçao para usar as armas de Libra


''depois de se comunicar com os cavaleiros o mestre volta a repousar.''

Obrigado,Grando mestre!(agradece Hunter)


e Agora como pode-mos usar ela (pensa Hunter)


''Deian toma frente da situaçao e chega proximo a armadura de libra''


''derrepente todas as armas de libra se separam da armadura''


E agora qual arma seria mais adequada para situaçao? (se questiona Deian)


Se usarmos a arma errada podemos matalos


''Deian fica pensativo''


''Quando Deian se decide ele se abaixa e pega duas espadas,uma ele da para Hunter
e a outra fica com ele''

Você liberta o unicornio eu liberto o pagasu! (afirma o cavaleiro confiante)


''os dois se posicionam e acertam nos esquifes ao msm tempo''

Considerar Deian e Hunter

''Os dois blocos de gelo se despedaçam e os cavaleiros de pegasus e unicornio
estao jogados no chao quando christa chega''

Oque aconteceu com eles?(se pergunta a amazona espantada)


é uma longa historia!


Eles nao estao mortos estao?


Ainda nao mais se vao continuar vivos isso depende deles


''Hunter recolhe as armas de libra coloca dentro da urna e poe em sua costas ''

Obrigado pela ajuda Deian!e cuide deles Christa!
(diz Hunter dando as costas para os doisdando um leve sorriso)


Espere Hunter Para onde você vai levar a armadura de libra?


''Hunter se vira e responde''

Vou levala para a sala do mestre


''Stella tava subindo as doze casas quando lembrou doque Hunter a disse''
Motivos para Lutar?(pensa Stella)


---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
avatar
Hunter
Falhador
Falhador

Mensagens : 629
Cosmos : 10007942
Data de inscrição : 27/12/2012
Idade : 22
Localização : Desconhecido

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aventura - Memórias do Passado: a insurreição de Poseidon.

Mensagem por Aiacos em Sab Maio 25, 2013 2:53 am

"Enquanto isso, no templo de Escorpião..."



"Já era de noite, algumas horas depois."



"No interior da casa de Escorpião."



- Que droga...passei muita vergonha na frente daqueles cavaleiros..."Stella fala consigo, pensativa sobre a batalha em Rodorio."




- Ser uma amazona de ouro tem muitas responsabilidades...não posso vacilar na frente dos outros."Se lembra da humilhação ao enfrentar Aglaope de Sirene."



- Ainda mais agora que teremos uma nova guerra em breve..."Se relembra dos comentários que ouvira, sobre os generais marinas e Poseidon."



- Talvez eu deva escutar aquele cavaleiro de ouro...preciso me focar...achar algo que me motive a lutar..."Começa a pensar na vida."



- Desde quando eu fui promovida de amazona de prata para de ouro, tudo tem se complicado para mim..."Se lembra dos tempo em que era a amazona de prata de Camaleão, há pouco tempo até então."


- Mesmo mudando de posto, tenho que continuar usando uma máscara...embora menor...mas é estranho mesmo assim..."Fala com certa tristeza."




- Achava que ao ser promovida, ganharia um pouco de respeito...mas nada parece ter mudado..."Suspira desanimada."



- Ninguém tolera os meus erros...não posso agir livremente...sou tratada como se lixo fosse...
"Pensativa."



- Malditos machistas...
"Reclama inconformada."



- Mas você entende, não é mesmo? Só você me ouve... "A armadura de ouro de escorpião emitia um brilho fraco, como se estivesse compactuando o sofrimento de sua portadora."



- Vocês vão ver...vou mostrar o meu valor e farei todos se calarem. Estou cansada de ser tratada com indiferença! "Fala com raiva."



- Mas por outro lado..."Stella vira-se, olhando para a armadura de ouro."



- Hmmm..."Suspira profundamente, deslizando a mão pelo ombro."



- Confesso que fiquei um pouco excitada com o seu poder..."Fala enquanto olha a armadura de escorpião."



- Hhmmm...
"Chupa seus dedos..."



"E desliza seus dedos pela sua armadura de ouro."



- Tão poderosa e bela..."A jovem amazona demonstrava um fascínio sobre a armadura, enquanto acariciava ela."



- Vou me esforçar ao máximo, e não fracassarei mais! "Stella fala determinada, enquanto se afasta da armadura, vestindo uma toalha."




- Junto nós conseguiremos...boa noite..."Caminha em direção a saída do banheiro."



- Amanhã será um novo dia..."Stella coloca seu pijama e se deita, passando a divagar."




"Stella adormece, com algumas lágrimas em seus olhos."

================================================================

"Enquanto isso, em local não sabido..."




- Enfim você chegou...estávamos aguardando-lhe..."Arles de Cethus fala olhando de relance."




- Peço desculpas pela demora. "Chega a comandante marina Dafne de Sereia."



- Agora o nosso exército está reunido..."Comenta baixinho para Dafne."



- Realmente...todos estão aqui, inclusive os 7 generais marinas..."Fala impressionada."



"Reunir os generais dos 7 mares era um evento raro, somente ocorria por causas de extrema importância."



- Incrível...todos os 7 grandes..."Estava admirada."



- Kraken...



- Sirene...



- Lymnades...



- Hipocampo...



- Scylla...



- Chrysaor...



- E Dragão Marinho...



"Que imagem espetacular." "Pensa a comandante ao ver eles reunidos."



- Enfim, ele chegou..."Aglaope fala com satisfação."



- Finalmente..."Comemoram os generais marinas, ávidos na presença de sua divindade."




"Dafne retira seu elmo e se prostra."



- Lorde Poseidon..."Também faz reverência."



"Todos ali presentes prestam reverências."



- Nosso senhor supremo, Lorde Poseidon!!!


"Um dos três grandes deuses olimpianos, Poseidon, surge diante de todos. O governante dos mares que transmitia um cosmo gigantesco e esmagador."



"Aquele que reinará supremo pelo Sekai, o mundo terreno..."



"Ao lado de seus 7 generais marinas."

================================================================

O que acontecerá? Os 7 generais marinas reunidos? O que pretende Poseidon? Não percam o próximo episódio: Reúnam-se! A ambição de Poseidon!

================================================================

É contigo Aphnos!!!


Última edição por Garuda no Aiacos em Dom Maio 26, 2013 5:21 pm, editado 1 vez(es)

_________________

“Nada é mais justo na vida do que a própria morte. Não importa a cor da sua pele, não importa a profissão exercida, não importa a crença acreditada, não importa aonde nasceu e tampouco de onde veio. Todos, sem exceção nenhuma, irão voltar à terra, para apodrecer e servir de alimento aos vermes.”
avatar
Aiacos
Berseker
Berseker

Mensagens : 1491
Cosmos : 20009072
Data de inscrição : 03/02/2013
Idade : 26

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aventura - Memórias do Passado: a insurreição de Poseidon.

Mensagem por Cancer no Malakh em Dom Maio 26, 2013 2:39 pm

No Bluegraad, Proximus de Centauro procurava por indícios da
localização da Ânfora de Atena.




Em meio às terras geladas, o cavaleiro de prata avista um
pequeno templo e resolve se aproximar.



Chegando lá, observa que ao chão estão diversos corpos do
que pareciam ser cavaleiros, no entanto, curiosamente, todas as suas armaduras
e vestes eram azuis.





- Mas o que aconteceu por aqui? – pergunta-se




Quando ouve-se uma voz.

- Veja, mais um deles!



De repente, surgem alguns guerreiros com as mesmas armaduras
azuis dos que pereciam em frente ao templo. Eles avançavam em direção a
Proximus para atacá-lo, que prontamente defende-se.



TURBILHÃO DE CHAMAS!




Os guerreiros são atingidos pelas chamas, mas o golpe não é
o suficiente para detê-los que se erguem novamente.




- Eu não sei o que vocês querem dizer me chamando de “mais
um deles”, mas eu não sou seu inimigo!
– diz Proximus.




No entanto os guerreiros nem sequer dão ouvidos ao que o
cavaleiro diz e novamente projetam um ataque.




Quando são interrompidos por uma voz que os faz cessar o
ataque prontamente.



- Parem!





- Senhor Magnus! – dizem os soldados.




- Este homem não é um daqueles invasores! Ele é um
cavaleiro!





- Eu sou Magnus, o líder dos Blue Warriors. – fala para
Proximus.





- Blue Warriors?




- Sim, somos os guardiões da região. O que um cavaleiro que
por aqui?





- Eu venho em busca da Ânfora de Atena!





- Ânfora de Atena? Mas o que seria isso?




- Trata-se de um artefato divino. A única coisa no mundo
capaz de aprisionar a alma de Poseidon!





- Poseidon?! – diz Magnus surpreso.

- Quer dizer então que aquela invasora era uma guerreira do
deus dos mares!




- Invasora?




- Sim, há pouco tempo uma mulher com uma máscara e
extremamente poderosa matou os guardas do templo e seguiu para a entrada de
Atlântida.





- Atlântida?!



- Sim, há uma passagem aqui para Atlântida. É para lá que
você deve ir, talvez lá esteja a ânfora que procura.


- Não temos poder suficiente para derrotá-la, mas talvez
você tenha.
Boa sorte, cavaleiro.




Proximus adentra a passagem para a cidade mítica de
Atlântida. O que o aguarda lá?

Continua...
avatar
Cancer no Malakh
Garanhão Coronas
Garanhão Coronas

Mensagens : 581
Cosmos : -88995251
Data de inscrição : 22/02/2013
Idade : 23
Localização : Yomotsu

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aventura - Memórias do Passado: a insurreição de Poseidon.

Mensagem por Hiramaru em Seg Maio 27, 2013 9:48 am

Poseidon senta no seu trono e observa todo o seu exército
se prontificando em sinal de reverência.


Na frente estavam seus 7 Generais e de trás de cada general estava seu respectivo comandante, e logo atrás dos comandantes estavam os milhares de soldados marinas.


Meu adorado exército... eu novamente fui despertado pelos
lamentos da humanidade que me pediram ajuda.






A mesma coisa aconteceu há muitos anos atrás, naquela época eu fui obrigado a fazer um dilúvio, pois ela já não havia mais salvação.






Mais dessa vez não farei a mesma coisa... Eu me tornarei o
deus desse mundo de desespero e o trarei à salvação.






Poseidon-sama. Olha com muita admiração.




[obs: Cirse de Scylla]
Mas haverá pessoas que ficarão em meu caminho.





O Saintos de Athena.


Poseidon-sama, se desejar eu acabo com eles sozinho. Não
existe muitos deles atualmente, não são de grande perigo.
Diz com prepotência.





Não... eu não quero matá-los logo de cara.





Iremos tentar convertê-los para o nosso lado nesse mundo que quero
criar.





Mas... se eles não aceitarem, nós teremos que exterminá-los.






Pegaremos as 88 armaduras para nosso lado, e as daremos a marinas
de respeito.






Scylla. - fala de uma jeito grave dando ordens.





Sim, lorde Poseidon.





Vá até ao santuário. E fale meus planos para eles. Diga que
eu quero uma aliança de paz.






Suas ordens são absolutas Poseidon-sama.*-* coloca seu capacete que estava em suas mãos





A garota sai da reunião.



A reunião está encerrada podem sair.





Todos saem da reunião, uns não pareciam muito felizes com uma
possível parceria com as Saintos de Athena.





Finalmente sozinho... Vamos ver se tudo ocorre conforme meus
planos.
Fecha os olhos para dormir.






Poseidon diz que deseja paz, mais será isso mesmo que deseja
o deus? Como se sairá Scylla no santuário? Não percam o próximo episódio. De Saint Seiya Memories of The Past

_________________
avatar
Hiramaru

Mensagens : 1175
Cosmos : 1006255
Data de inscrição : 14/02/2013
Idade : 25
Localização : Santuario

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aventura - Memórias do Passado: a insurreição de Poseidon.

Mensagem por Cancer no Malakh em Qua Maio 29, 2013 6:01 pm

Em Bluegraad, Proximus adentrava uma passagem que
supostamente o levaria à localização da Ânfora de Atena.



A passagem levava a algum lugar no subsolo e era composta
por uma escadaria em caracol que de tão extensa parecia infinita. A total
escuridão, no entanto, não era problema para o Cavaleiro de Centauro, que
iluminava o caminho com suas chamas.



Quando finalmente atravessa a passagem, Proximus se depara
com uma grande e arcaica cidade que se encontrava há muitos quilômetros da
superfície e que aparentava não ser habitada.





- Não posso acreditar! Ninguém nunca imaginaria que haveria
algo desta magnitude abaixo dos nossos pés! – diz incrédulo.





O Cavaleiro começa então a explorar a cidade antiga, mas sem
muito sucesso. Até que sente um cosmo emanando ao longe, mas não vinha da
superfície, e sim da região subterrânea em que se encontrava.

Proximus parte em direção a fonte da cosmo energia que
sentira.




Correndo em sua velocidade máxima e cortando caminhos, ele
consegue alcançar a origem do cosmo e se postar em frente a ela, bloqueando sua
passagem.



Em meio às sombras uma figura antes destorcida começa a
ganhar forma e revela uma mulher cujas características iam ao encontro da
descrição dos Blue Warriors para a invasora que os havia atacado.

- Sabia que algum cavaleiro viria atrás disto! – fala a mulher
revelando o que portava: a Ânfora de Atena.



- Quem é você e o que quer com a ânfora? – diz Proximus com
ar de intimidação.




- Eu sou Samia de Equidna, uma comandante marina de Poseidon!




- Poseidon?! Entregue-me já essa ânfora!





- Lamento, mas isso não será possível, esta ânfora significa
muito para mim! Hahaha!






- Então eu lutarei para obtê-la! Não pense que eu vim até
Atlântida para sair de mãos abanando!





- Atlântida? Hahaha! Esta não é Atlântida!




- O quê? Então onde estamos?





- Esta é a Ilha Thule, uma das Ilhas Fantasmas juntamente
com Buss, Frisland e o arquipélago das Cassiterides.




- Estas ilhas eram localizadas na superfície, mas há muito
tempo atrás Poseidon às trouxe para o subterrâneo no intuito de ampliar seus
domínios no Kaikai, o mundo submarino. Os únicos meios para chegar aqui são esta passagem em Bluegraad e por um portal dimensional no Triângulo das Bermudas.


- Abaixo da superfície, estas ilhas são ligadas por um
imenso e profundo oceano subterrâneo. É dito que no fundo deste oceano localiza-se a entrada de Agartha, um lendário reino no centro da Terra.




- Não é impressionante? Mesmo depois de tantas guerras e de
ser quase que completamente destruído, o reino de Poseidon ainda consegue ser
tão belo e fantástico.





- Ora, deixe de lorotas, eu não tenho o dia inteiro! Passe
logo a ânfora!




- Você ainda não entendeu que isto não irá acontecer,
cavaleiro?




- Que assim seja!


TURBILHÃO DE CHAMAS!






Proximus ataca a comandante marina, todavia, seu golpe
aparenta ser absorvido por Samia.




- O quê?! Não pode ser!




- Não entendo porque vocês cavaleiros insistem em lutar
contra Poseidon. Nós não queremos luta!




- O que vocês querem, então?




- Como você bem sabe desde que Atena morreu as coisas vão de
mal a pior. O Santuário não consegue mais apaziguar as guerras ao redor do
mundo e zelar pela paz.
O mundo terreno precisa de um deus! Um deus justo como
Poseidon!





- É mentira! Poseidon é ambicioso e quer dominar a Terra!
Você mesma disse que ele afundou estas ilhas para ampliar o seu reino, veja o
que seu deus é capaz de fazer para atender a seus anseios!




- É uma pena que pense assim. Receba seu ataque de volta
cavaleiro!





O Turbilhão de Chamas de Proximus que fora absorvido por
Samia volta contra ele.




- Ahhh!




O Cavaleiro de Centauro não desiste da luta e se levanta.

- Não saio daqui sem a ânfora!



- Então você ficará aqui eternamente!




PRESAS DA SERPENTE!




O golpe acerta o cavaleiro em cheio, levando-o ao chão.



- Aproveite a eternidade para pensar no que eu lhe disse,
cavaleiro de Atena. Não há sentido em lutar contra alguém que quer ajudar a
humanidade.




A comandante marina deixa o local levando consigo a Ânfora
de Atena.
avatar
Cancer no Malakh
Garanhão Coronas
Garanhão Coronas

Mensagens : 581
Cosmos : -88995251
Data de inscrição : 22/02/2013
Idade : 23
Localização : Yomotsu

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aventura - Memórias do Passado: a insurreição de Poseidon.

Mensagem por -=|R.R.|=- em Qua Maio 29, 2013 11:22 pm

"Deian de Leão vai a procura de Ambar de Virgem, seu grande companheiro de sangrentas batalhas contra o deus da guerra, Ares."


_não pense que conseguirá esconder sua presença, Ambar. Sei onde encontrá-lo... - "Fala Deian, apreensivo com o comportamento do amigo."

"Algum tempo depois..."




_finalmente... é esse o lugar!



_Jamir. Era aqui que costumava meditar por dias. - "Deian, então, começa a subir as escadarias..."


"Enquanto caminha, o leonino percebe algo curioso."


_ estranho... onde estão os lemurianos? será que eles? Na verdade o único deles que encontrei foi Hunter...



_ Ambar, onde diabos você está? Apareça!!!! - Leo levanta a sua voz e fecha os olhos, tentando localizar a presença do virginiano."




_ VAMOS AMBAR, NÃO ME DEIXE AQUI ESPERANDO, JÁ SENTI VESTÍGIOS DE SEU COSMOS, NÃO PODE FICAR SE ESCONDENDO. " Alerta Deian, queimando seu cosmos dourado com o intuito de localizar o amigo."

"Até que uma forte luz sai de dentro de uma casa próxima."




_ o que faz aqui, velho amigo? - "Pergunta Ambar, amistosamente, indo direto ao ponto."



_Ambar...



_ amigo, preciso que volte comigo ao Santuário. Como é urgente, passo toda a situação no caminho... vamos! -" Responde Deian, confiante que Virgo irá com ele até a Grécia."




"Ambar permanece imóvel, mudo, em posição de meditação, como se o leonino não estivesse ali..."



_Droga Ambar, vai continuar aí, me ignorando? O que está acontecendo com você??? - "Deian, já perdendo a paciência!"




"Ambar permanece ignorando Deian."



_ mas o que significa isso??? AMBAR!!!! - "Vocifera Leão, muito irritado..."




"Mais uma vez, Ambar fica imóvel, em absoluto silêncio, apenas o brilho dourado era notado."



_ hã? então é assim?



_PARE DE BRINCAR COMIGO! "Berra Deian, levantando os punhos e queimando seu cosmos."



"Deian lança algumas rajadas luminosas na velocidade da luz com o objetivo de fazer Ambar sair da postura e chamar sua atenção."






_mas... mas o que é isso? - "Pergunta, incrédulo."

"Até que Ambar desaparece e um misterioso jardim se materializa na sua frente..."





_droga Ambar, está brincando comigo?



_ isso não é hora para brincadeiras... pare com essas ilusões!!! - "Intima Leo, queimando o cosmos com o objetivo de anular a ilusão do jardim projetado em Jamir."



_posso saber por que está tão exaltado? - "Pergunta Ambar que surge caminhado em meio a completa escuridão produzida pelo seu cosmos."



_o Santuário está prestes a sofrer outro ataque e você me vem com essa ilusões...



_é? hummm - "O virginiano parece fazer pouco caso..."



_mas que porra é essa?



_Ambar, tu está fazendo piada com a situação? É isso mesmo?



_ é?! é mesmo? Bem, acho que é porque tenho senso de humor.



_mas que diabos está dizendo? por um acaso ficou louco? Quer levar um murro nessa cara cínica?



_ faria isso com um outrora grande amigo?



_ como se pudesse com esse nível cósmico... - "Desdenha Ambar, com um leve sorriso nos lábios."



_que? Olha Ambar, sou grato por ter salvado minha vida na guerra anterior e pela amizade que construímos depois... mas não vou permitir que falte com o respeito ao Santuário.



_não se esqueça que somos cavaleiros de Athena! Nós dois juramos lealdade ao Santuário antes de vestirmos essas armaduras douradas.



_mas é claro, jurei lealdade a Athena. Não nego...



_porém...



_Athena está morta. Logo, não devo lealdade a ninguém, caro Deian.



_ o que está dizendo seu maldito... todos nós sofremos com a morte da nossa deusa, mas ela nos confiou o Santuário. Devemos protegê-lo, é a nossa missão como cavaleiros de ouro!



_não. Nossa missão como cavaleiros de Athena é óbvia. Devemos proteger Athena... nada mais.



_agora vá embora... não tenho mais nada pra falar com você. "Diz Ambar, enquanto dá as costas."



_olha Ambar, voce vai comigo nem que seja na base da porrada! - "Ameça Deian, furioso com a atitude do amigo."



_hummm


_vai tentar a sorte? - "Desafia, Virgo."



_ eu não queria chegar a esse ponto. Mas estou disposto a arriscar...



_além do mais, não quero que o Santuário o declare como traidor!



_traidor? eu? bem... se aqueles animais adestrados do santuário vierem até a minha pessoa...


_ irei aniquilá-los e retalharei a alma desses infelizes. - "Ambar fala em tom de ameaça, para o espanto de Deian."



_GRRRR COMO PODE DIZER ISSO???? FICOU MALUCO???? - "Deian mais uma vez levanta seu punho e queima seu cosmos com muita intensidade."



_venha... estou esperando. Se não vier, eu mesmo o mandarei para o inferno.



_não vou pegar leve com você!!! PREPARE-SE!!!






"Uma imagem de Fudo Myo e do inferno aparece diante de Deian."



_então vai ser assim mesmo? - "Pergunta Leo, queimando seu cosmos assim como Ambar, que faz o mesmo."



"Ambos estão frente a frente, em posição de combate."



_ vamos Deian, mostre que não é mais um fracote como sempre foi. - "Provoca Virgem enquanto se preparam para começar uma guerra dos mil dias."



"A batalha finalmente começa... ambos começam a medir força. Todo o local se estremesse com o choque entre os dois cavaleiros de ouro."


_OAHHHHH


_ARGH!!!





"Como esperado de dois cavaleiros de ouro, a luta parecia não ter fim..."




"... até que ambos se afastam."


_droga Amar... vamos embora comigo, essa luta não vai levar a lugar algum.
_ é?... hummm... não!






_vai morrer pelas minhas mãos!


_QUE?



_seu cosmos está aumentando de maneira infinita... ele está pensando em...



_ ele... ele quer mesmo me matar? Vai ser assim, amigo?



_vamos terminar desse jeito? - "Lamenta Deian..."



_Parece que não tenho escolha...Mestre, Athena... Perdoem a minha falha... Ambar, estou decepcionado com você.


"Ambar se prepara para mandar sua técnica mais explosiva, enquanto Deian vai ao contra-ataque com sua melhor técnica."



_ADEUS!!!



_RELÂMPAGO DE PLASMA!



_RENDIÇÃO DIVINA!





"Uma enorme explosão destrói boa parte do lugar."

























_________________
"As Flores brotam, e morrem...As estrelas Brilham, Mas um dia se apagarão...Tudo morre...A terra,o Sol, a Via Láctea e até mesmo todo este universo não é exceção! Comparado a isto, a vida do homem é tão breve e fugidia quanto um piscar de um olho...Neste curto Instante, os homens nascem, riem, choram, lutam, sofrem, festejam, lamentam, odeiam pessoas e amam outras! Tudo é transitório...E em seguida, todos caem no sono eterno chamado morte."
avatar
-=|R.R.|=-
Mestre Cervejeiro
Mestre Cervejeiro

Mensagens : 966
Cosmos : -87994522
Data de inscrição : 12/01/2013
Idade : 37
Localização : Santuário - Grécia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aventura - Memórias do Passado: a insurreição de Poseidon.

Mensagem por Hiramaru em Qui Maio 30, 2013 10:59 pm

Santuário


Uma figura voa pelos céus.



Ela pousa um pouco distante da li num local com poucas
pessoas.



Finalmente estou aqui, espero cumprir minha missão sem
muitos problemas.
Diz Cirse com um sorriso.



A marina começa a se aproxima do santuário quando e surpreendida
por alguns soldados.



Eles pareciam com bastante medo.



Ola... eu sou Cirse de Scylla vim em nome de Poseidon
sama.




Antes de termina de fala tudo os soldados fogem.

A confusão causada por aqueles idiotas fizeram eles nos
temer.
Diz com raiva de seus companheiros.



Pelo jeito minha missão será complicada. Suspira.



Cirse se aproxima mais do santuário e é parada novamente. Dessa
vez os soldados que fujiram voltaram com amigos.



Parada ai mesmo Marina. Não causara nenhuma confusão aqui no santuário.


Mais eu não quero confusão... eu vim em nome de Poseidon-sama. Com uma proposta para o grande mestre.



Não cairemos em suas
mentiras. Vamos amigos, acabaremos com ela.
Diz um soldado.



Todos os soldados partem pra cima de Cirse que permanece imóvel,
com um olhar triste.



Eles a atacam sem dó. Mas não conseguem atingi-la.



Mais como não a
acertamos?
Diz um soldado.



Vocês são muito lentos pra mim. Não quero matá-los. Então
durmam.




SONAR DO MORCEGO



Cirse abre as asas de sua escama e concentra seu cosmo e
ataca seus inimigos com varios morcegos que usam um sonar que os fazem dormir.

Durmam em paz queridos. *-* os soldados caem todos em um sono profundo



Alguns minutos depois.

Finalmente a 1º casa zodiacal Áries.


Continua...
[/center]


Última edição por Pisces no Aphnos em Sab Jun 01, 2013 3:49 pm, editado 1 vez(es)

_________________
avatar
Hiramaru

Mensagens : 1175
Cosmos : 1006255
Data de inscrição : 14/02/2013
Idade : 25
Localização : Santuario

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aventura - Memórias do Passado: a insurreição de Poseidon.

Mensagem por Cancer no Malakh em Sex Maio 31, 2013 12:33 am

Em Star Hill...




Paeon, o Auxiliar do Grande Mestre, interpretava as estrelas para prever o futuro.




- Não pode ser!




- As estrelas dizem que mesmo com a luta dos cavaleiros, Poseidon vencerá e se tornará o regente da Terra!





- Não é possível que isto esteja acontecendo!




- Mas, infelizmente, as estrelas não mentem... - fala retirando sua máscara.




avatar
Cancer no Malakh
Garanhão Coronas
Garanhão Coronas

Mensagens : 581
Cosmos : -88995251
Data de inscrição : 22/02/2013
Idade : 23
Localização : Yomotsu

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aventura - Memórias do Passado: a insurreição de Poseidon.

Mensagem por Hunter em Sex Maio 31, 2013 9:48 pm

''Hunter teve uma breve batalha com um dos generais marinas que foi auxiliado
por outro general que chegou e congelou os cavaleiros de bronze,Hunter com
a ajuda de Deian de leao e da armadura de libra consegue liberta-los
e entao resolve levar a armadura de libra para a sala do mestre''

''ele passa pelas 6 casas zodiacais e chega até escorpiao''

[Casa de Escorpiao : 7°casa zodiacal]


''Stella estava de prontidao em sua casa quando percebe Hunter adentrando sua casa zodiacal''


''O jovem cavaleiro estava com a urna da armadura de libra nas costas passa por ela sem falar nada''


''Enquanto ele passa por ela Stella lembra de tudo que aconteceu e começa a se lamentar''


''Hunter passa por todas as casas restantes e finalmente chega a sala do mestre''


''ele abre a enorme porta da sala''


''E quando adentra a sala o mestre o recebe''

Oque faz aki jovem cavaleiro?


''Hunter se aproxima do trono do mestre e o reverencia''

Bom mestre primeiramente gostaria de agradecer pela ajuda com a armadura de libra


E gostaria de informa-lo da situaçao


Bom nao ha oque agradecer,e tbm nao tem necessidade de me informar doque acontece
ja estou ciente de tudo que acontece!



Bom mestre nao foi exatamente sobre isso que vim falar!



Entao pode me dizer


Creio que estamos em desvantagem com essa provavel guerra contra poseidon


Humm..(o mestre ouve com atençao oque o cavaleiro diz)


Eu vi o poder de dois guerreiros deles e pode se dizer que se equivale e talvez até ultrapassa um cavaleiro de ouro


Oque você esta querendo dizer?


Nao temos os doze cavaleiros de ouro e eles tem todos os soldados dele,como nao temos mais a preocupaçao
de proteger atena e deveriamos atacar as tropas do poseidon antes que eles nos ataque



Mas creio tambem que precisariamos da ajuda da armadura de libra para derrotalos


Bom Hunter,gostei do seu plano vou falar com o Paeon pra ver se ele concorda


Vejo que essa nova geraçao de cavaleiros tem muito potencial. (pensa o mestre)



Última edição por Aries no Hunter em Sex Maio 31, 2013 11:50 pm, editado 4 vez(es)
avatar
Hunter
Falhador
Falhador

Mensagens : 629
Cosmos : 10007942
Data de inscrição : 27/12/2012
Idade : 22
Localização : Desconhecido

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aventura - Memórias do Passado: a insurreição de Poseidon.

Mensagem por Hiramaru em Sex Maio 31, 2013 11:05 pm

Terseu e Lander haviam sido congelados por Vlad de Kraken e
se encontravam em uma situação de Vida ou Morte. Mais os Saintos de Aries e
Leão usando as armas de Libra que foram enviadas pelo mestre do santuário
quebram o gelo que aprisionava os jovens.





Considerar Deian e Hunter
Logo apos serem libertos da prisão congelada, Christa amiga dos meninos chega ao local.

Oque aconteceu com eles?(se pergunta a amazona espantada)


é uma longa historia! diz o santo de Aries


Eles nao estao mortos estao? fala muito preocupada


Ainda nao mais se vao continuar vivos isso depende deles


''Hunter recolhe as armas de libra coloca dentro da urna e poe em sua costas ''

Obrigado pela ajuda Deian!e cuide deles Christa!
(diz Hunter dando as costas para os doisdando um leve sorriso)



Sim Hunter. A amazona chama o Gold pelo nome parecia conhece-lo.


Ela se ajoelha perto do corpo dos garotos e retira sua mascara.

Idiotas... chora.

Como foram acabar assim? Vocês foram imprudentes de novo.


Eu não quero me separar de vocês. Vocês são minha unica familia. fala chorando Crying or Very sad

Seus corpos... estão tão frios... o que eu posso fazer? encosta a cabeça no peito de Terseu para medir a temperatura corporal. Sad Crying or Very sad

Eu...eu preciso esquenta-los para salva suas vidas.

Christa pega os dois em seus ombros e os levam com muita difiiculdade.
Vivam por favor. Os levarei para casa... Aguentem Não morram...

Terseu...

Lander.


---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

_________________
avatar
Hiramaru

Mensagens : 1175
Cosmos : 1006255
Data de inscrição : 14/02/2013
Idade : 25
Localização : Santuario

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aventura - Memórias do Passado: a insurreição de Poseidon.

Mensagem por Hiramaru em Ter Jun 04, 2013 6:20 pm

Cirse chega as 12 casas


_Finalmente a 1º casa zodiacal Áries.



_Pelas informações me passadas, os únicos Saintos nas
doze casas são Áries, Câncer, Leão, Escorpião e ... Peixes.
olha pensativa
para a casa de Áries.






_As informações de Dafne são sempre corretas... não a
erro... terei perigo em 5 casas.
sua face demonstra preocupação.

Cirse adentra na casa de Áries, olha para os lados
observando com atenção qualquer movimento.





_Estranho esta casa esta vazia.





_Menos problemas. Devo continua meu caminho, sem excita.





Continua seu caminho Cirse passa por Touro e Gêmeos sem
muitos problemas, as casas estavam vazias.



Finalmente Circe chega em Câncer.






Dentro da casa ce cancer o sainto protetor estava na escuridão
esperando o invasor.






_”Finalmente chegou
em minha casa”.
pensa com um sorriso no rosto.






_ “Não passara daqui.”
Muda sua expressão para um tom de seriedade.





Cirse entra com cautela na casa, pressentia um cosmo agressivo
vindo de dentro. O Sainto de Câncer fazia questão de demonstra sua presença e
força.







Já no meio da casa Cirse para bruscamente, ouve passos de alguém
se aproximando.





_ Eu sou Theron de Câncer.
O Sainto se aproxima já se apresentando.





_Diga o que queres
aqui?
fala imponentemente encarando
Cirse.





_Meu nome é Cirse de Scylla. Venho em nome de
meu deus Poseidon com uma proposta para o grande mestre.
Fala com
muito respeito para o canceriano.






_Peso humildemente que me permita prosseguir meu caminho.
Olha para Theron esperando sua resposta.



O que será que o Canceriano respondera para cirse?


Continua...



Última edição por Pisces no Aphnos em Ter Jun 04, 2013 11:21 pm, editado 1 vez(es)

_________________
avatar
Hiramaru

Mensagens : 1175
Cosmos : 1006255
Data de inscrição : 14/02/2013
Idade : 25
Localização : Santuario

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aventura - Memórias do Passado: a insurreição de Poseidon.

Mensagem por Cancer no Malakh em Ter Jun 04, 2013 9:07 pm

- Você tem uma proposta para o Mestre, marina de Poseidon? Hum... Hehe...




- Claro, vá em frente. Siga para a Sala do Mestre...



Scylla segue em direção à saída da Casa de Câncer, quando percebe a presença de sarcófagos que circundam a sala onde se encontra.

Shinda Ningyō!



Cirse interrompe sua travessia, pois sente que há algo de errado acontecendo.



Os sarcófagos começam a se abrir e deles saem inúmeros múmias.




- Você achou mesmo que eu deixaria um inimigo passar e levar perigo ao Mestre do Santuário? Hahaha!




- Maldito!




- Eu tenho o poder de controlar os mortos! Enfrente minhas múmias!



Utilizando seu cosmo para controlar as múmias, Theron as faz atacarem a General Marina.



Continua...
avatar
Cancer no Malakh
Garanhão Coronas
Garanhão Coronas

Mensagens : 581
Cosmos : -88995251
Data de inscrição : 22/02/2013
Idade : 23
Localização : Yomotsu

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aventura - Memórias do Passado: a insurreição de Poseidon.

Mensagem por Hiramaru em Ter Jun 04, 2013 10:35 pm

_Maldito me enganou. Varias múmias

cercam Cirse tentando imobilizá-la.




_Não se aproximem. Fala com raiva consentrando seu cosmo na pauma da mão.




Alguns dos mortos vivos pulam em cima de Cirse agarrando seu pescoço,
braços e pernas.




_hahahahahaha patética. Ria da situação estava a
observa de longe.




_Me larguuuuuuuuueeeeeeeem.
Começa a queimar seu cosmo.




_SUMAAAAAAAAAAMMMM DAAQUUIIIIII.
esplode seu cosmo com isso arremesa as múmias longe.




_ Que ataque mais estranho...
como você tem coragem de usar pessoas mortas? Suava frio
.



_Humm.


_ mais elas são muito fracas, não serão nada contra mim.




_Ainda não acabou. Aponta
para as múmias que estavam a levanta novamente.




_ elas se levantam
sempre já que estão mortas. Pode tentar qualquer coisa mais não conseguirá.





_ Como?




_“Todos estão de pé novamente. Não conseguirei sair daqui com eles me atrapalhando. Tenho que pensar em algo.”


As múmias se aproximam
de Circe que permanece parada pensando em uma solução.

“_Esses corpos não tem vida, então como eles se movem?” pensa




“_Deve te algo haver com controle de almas.”




OS mortos se aproximam novamente e tentam atacar Cirse mais ela
os repele facilmente com socos.




Alguns minutos depois dos insistentes ataques dos mortos Cirse percebe que Theron esta a mexer seu dedo, como se estivesse manipulando algo.




“_Então e isso... tenho que e atacar ele.” fala ja um pouco exausta.


Cirse abre caminho entre a imensidão de Mortos e parte para cima de Theron.

_Maldito pare com seus jogos. queima seu cosmo com muita raiva do joguinho de Theron


Cirse voa para cima de Theron e concentra seu cosmo em seu
cotovelo e surgir um clarão.

ÁGUIA PODEROSA (EAGLE CLUTCH)









As garras acertam Theron, que e jogado no chão, com isso ele
perde a concentração.
_Então descobriu que
so precisava me atacar.
Fala ironicamente.



_ Mais isso so foi
uma brincadeira.
encara Cirse




_Eu não quero luta... mais já que
esta não obcecado em me empedir de prosseguir então não tenho escolha.





_Pode vim Câncer. Abre seus braços pronto para atacar


Continua...



Última edição por Pisces no Aphnos em Ter Jun 04, 2013 11:08 pm, editado 1 vez(es)

_________________
avatar
Hiramaru

Mensagens : 1175
Cosmos : 1006255
Data de inscrição : 14/02/2013
Idade : 25
Localização : Santuario

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aventura - Memórias do Passado: a insurreição de Poseidon.

Mensagem por -=|R.R.|=- em Ter Jun 04, 2013 10:59 pm



"Logo após a enorme explosão causada pelo choque entre os dois dourados, passa-se um tempo e Deian se encontra caído ao solo, cuspindo sangue..."


_ ARGH o que está acontecendo... - "diz Deian, bem ofegante, falando com dificuldade, muito ferido..."

"Até que Deian escuta passos, o barulho era pesado, como de uma cavaleiro de ouro, até que vê os pés da armadura de Ambar se aproximando..."




_finalmente acordou, caro amigo.

"O leonino se levanta vagarosamente com alguma dificuldade."


_ droga, Ambar. Por que? - "Indaga Leão, com muitos ferimentos pelo corpo."


_bem, eu que te pergunto... por que não deu tudo si? sei que hesitou ao lançar o seu golpe, Deian.


_ eu simplesmente não consegui atacá-lo com toda a minha força, apesar da minha mente ter dado a ordem para disparar a máxima potencia. - "Responde Deian, exausto, com um pouco de dificuldade para falar e algumas avarias em sua sagrada armadura."


_ outra coisa, por que não me matou, Ambar? Eu estava desmaiado, podia ter se aproveitado disso... - "Questiona Leo, já duvidando do carácter do seu antigo amigo e companheiro, sofrendo um pouco com uma aparente dor de cabeça causada pelo impacto do golpe."


_ eu não tinha intensão de matá-lo. Mas, acabei ficando cego pelo meu recente repúdio ao Santuário e a essas guerras sem sentido.


_ Ambar...


_ de todo modo, peço-lhe as mais sinceras desculpas. Não queria deixá-lo nesse estado. - " Se desculpa Ambar, abaixando a cabeça..."


_ bem, receba uma parte do meu cosmos, isso vai ajudar a se recuperar rapidamente! - "Fala o virginiano, enquanto aponta em direção a Deian, enviando uma grande quantidade de cosmos energia."



"Até que o cavaleiro de Leão tem sua saúde totalmente restaurada."





_ agora vá amigo. .

"Ambar, então, dá as costas a Deian e diz:


Em breve retornarei ao Santuário para deixar a armadura de virgem... não tenho o porque de ainda continuar como cavaleiro de Athena.


_ e em nome de nossa amizade, não insista. Agora vá embora, devem precisar de você por lá.


_está bem, Ambar. Vou respeitar sua decisão. Adeus. - Também se vira e se prepara para deixar o Jamir."

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

"Deian retorna ao Santuário e assim que coloca os pés lá, um soldado, visivelmente assustado, dá as boas vindas..."


_DEIAN-SAMA!!!! ESTAMOS SENDO ATACADOS.... Uma general marina adentrou as doze casas!


_O QUE???


_mas que diabos...


_perdemos o respeito mesmo... miseráveis...



_VÃO SENTIR NA PELE TODA A MINHA IRA!!!!!


"Um enorme rugido é ouvido, ecoando por todo o santuário..."



"É Deian, com um enorme leão materializado logo atrás, trazendo toda a sua fúria..."


Última edição por Virgo no Ambar em Ter Jun 04, 2013 11:53 pm, editado 1 vez(es)

_________________
"As Flores brotam, e morrem...As estrelas Brilham, Mas um dia se apagarão...Tudo morre...A terra,o Sol, a Via Láctea e até mesmo todo este universo não é exceção! Comparado a isto, a vida do homem é tão breve e fugidia quanto um piscar de um olho...Neste curto Instante, os homens nascem, riem, choram, lutam, sofrem, festejam, lamentam, odeiam pessoas e amam outras! Tudo é transitório...E em seguida, todos caem no sono eterno chamado morte."
avatar
-=|R.R.|=-
Mestre Cervejeiro
Mestre Cervejeiro

Mensagens : 966
Cosmos : -87994522
Data de inscrição : 12/01/2013
Idade : 37
Localização : Santuário - Grécia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aventura - Memórias do Passado: a insurreição de Poseidon.

Mensagem por Cancer no Malakh em Ter Jun 04, 2013 11:47 pm

- Eu não quero lutar... mas já que estás tão obcecado em me impedir de prosseguir então não tenho escolha. Pode vir, Câncer!





- Hahaha... Como quiser!




SEKISHIKI MEIKAI-HA!




Depois de um clarão de luz, Scylla se vê em um estranho lugar.




- Mas que tipo de lugar é esse? - fala assustada.





- Esse é o Yomotsu, o local para onde vão as almas para se dirigirem ao Inferno! E é para lá que você vai muito em breve!





- O quê?!




- Na guerra contra Ares, nós cavaleiros perdemos muitos companheiros.




- Mas isto não quer dizer que eles não possam mais lutar por nós!




CONJURAÇÃO DAS ALMAS!!!




Theron aponta o dedo para cima, invocando as almas dos cavaleiros de ouro mortos: Neros de Aquário e Raijin de Touro






- Agora você me dê licença, que eu tenho uma Casa para vigiar... Hahaha!





Enquanto Theron deixa o Yomotsu, as almas dos cavaleiros mortos, Neros e Raijin, avançam em direção Cirse de Scylla.

Continua...
avatar
Cancer no Malakh
Garanhão Coronas
Garanhão Coronas

Mensagens : 581
Cosmos : -88995251
Data de inscrição : 22/02/2013
Idade : 23
Localização : Yomotsu

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aventura - Memórias do Passado: a insurreição de Poseidon.

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum